ÔNIBUS NATALINO: Último dia em Mauá no ano de 2011 marcou a vida de muita gente

ônibus natalino

O que era para atrapalhar deixou a festa mais bonita. A chuva que atingiu o ABC Paulista de maneira intensa ficou mais leve na noite e as ruas molhadas ajudavam a refletir o brilho do ônibus Natalino. Foto: Adamo Bazani

Natalino da Leblon encerra desfile em Mauá e deixa recordação no coração de muita gente
Nem mesmo a chuva que atingiu o ABC Paulista desanimou o coral de funcionários e a população que se surpreendia com o carinho demonstrado por quem participou do projeto

ADAMO BAZANI – CBN

Na sexta-feira, dia 23 de dezembro, tudo parecia contribuir para que o Ônibus Natalino da Leblon não saísse às ruas e levasse por mais um dia o brilho, a alegria, a música e acima de tudo o carinho e a mensagem de fé do Natal, que é muito mais que a correria do comércio no fim de ano e extrapola até mesmo denominações religiosas.
No final da tarde e no início da noite, a chuva castigou o ABC Paulista. Algumas áreas ficaram alagadas.
Mas Natal é fé e fé é persistência. Os colaboradores da empresa, que no momento não tinham cargos ou divisões, mas eram uma família de um coral especial, insistiram e não se intimidaram com o tempo úmido.
Por volta das oito horas da noite, a chuva tinha aliviado, mas não parou.
E como uma providência divina, o que era para atrapalhar acabou deixando a festa mais bonita.
As vidraças dos estabelecimentos comercias e as ruas molhadas refletiram ainda mais o brilho do Ônibus Natalino, enfeitado por milhares de lâmpadas, adesivos refletivos, mas iluminado mesmo pela disposição do coral de funcionários e pelo olhar surpreso, alegre e grato das pessoas que viam o veículo e reagiam de diversas maneiras, com acenos, sorriso, lágrimas ou admiração, mas tinham os mesmos sentimentos: alegria e gratidão.

ônibus Natalino

Muito mais que uma festa, uma mensagem, uma palavra de ânimo e conforto aos corações. A Unidade entre Deus e a Humanidade, o essencial para um mundo melhor foi o tema do ano de 2011 do Natalino. Foto: Adamo Bazani.

No dia 22 de dezembro, o trajeto incluiu o centro da cidade de Mauá e a região do Itapark. No chuvoso dia 23, as regiões visitadas foram o centro da cidade e a do Zaíra.
No Zaíra, uma das áreas mais populosas de Mauá, as crianças cercavam o ônibus. Elas ganharam balas, mas acima de tudo, o que lhes valeu foram os sorrisos do coral que entoava músicas com conteúdo, mensagem do que é o verdadeiro Natal: Paz, alegria, Amor e Doação.
E cada um que participou do projeto doou um pouco de si mesmo e recebeu algo que dinheiro nenhum pode comprar: a paz interior e a sensação de um espírito leve.

ônibus Natalino

Se do lado de fora, o brilho e a alegria eram grandes, dentro do ônibus, que foi transformado num palco para levar um verdadeiro show para a população de Mauá, também eram intensos por dentro. Os rostos e olhares dos integrantes do coral mostravam que uma força maior superava o cansaço físico de uma verdadeira maratona na cidade de Mauá> Foto: Adamo Bazani

Prova disso é que nos dois dias, a volta do Ônibus Natalino foi uma maratona. Na quinta-feira, os colaboradores levaram alegria a mais de 100 pessoas, entre idosos e crianças em situação de risco social e abandono, da Associação Pequenas Irmãs de Santa Terezinha, no Zaíra 3, onde foram distribuídos presentes aos assistidos pela instituição. À noite, foram cerca de duas horas cantando, correndo ao lado do ônibus e animando a população. Na sexta-feira, outras duas horas pelas ruas de Mauá, pulando, cantando, abraçando, sorrindo e sentindo a chuva.
Mas ao final de todo o sacrifício, a alegria e paz no espírito eram tão grandes que o cansaço do corpo ficava em segundo lugar.
“Foi uma festa para o Criador e para a população de Mauá que aprendemos a amar” – disse Carina Barbosa, uma das coordenadoras do Ônibus Natalino em Mauá.
Na cidade de Fazenda Rio Grande, no Paraná, a iniciativa ocorre desde 2008 e também encanta os moradores, que a cada ano esperam ansiosos pelas novidades tanto na decoração como nas músicas e na mensagem que o ônibus traz.
O ônibus é uma oportunidade de unir funcionários, família, a empresa e a população em geral.

ônibus natalino

A alegria do Ônibus Natalino e seu brilho foi possível pela fé, pelo bom coração dos colaboradores da Leblon e pelo profissionalismo, como do pessoal da elétrica e da técnica que não deixou um minuto de cuidar do gerador, do som e da iluninação. Os bastidores desta festa. Foto: Adamo Bazani

Unidade entre Deus e a Humanidade foi o tema de 2011. E União foi uma das principais conquistas com o ônibus.
“E onde há união, há a presença de Deus” – disse Valdir Moisés Mazzeo, capelão da empresa, que agradeceu aos colaboradores e a Deus já dentro da garagem, quando o Ônibus Natalino já tinha feito seu papel em 2011.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

2 comentários em ÔNIBUS NATALINO: Último dia em Mauá no ano de 2011 marcou a vida de muita gente

  1. Boa tarde.

    Muitos de nós cidadãos, convivemos diariamente com o caos do trânsito, ruas, avenidas, congestionadas, ônibus, trens e metrôs, lotados e, influenciados pela neura que surge nestas ocasiões, culpamos, motoristas e empresas, o Metrô, a CPTM, as empresas de ônibus.

    Não sou e não serei hipócrita aqui, em fugir da verdade que, muitas vezes, responsáveis pela CPTM, Companhia do Metrô e empresas de ônibus, agem muito mal, menosprezam e desrespeitam o usuário, mas, nem todos são assim e nem todas as empresas são assim e, como exemplo, temos a Leblon.

    Feliz Natal à todos !

  2. Apos quase 3 meses do fim da Himalaya, continuamos na zona leste, andando em onibus sucatiados, e trolebus velhos, sujos e mal conservado, nada mudou nem na higiene, depois aparecem os guardioes do povo, dando entrevistas populescas, que se eles não abrirem os olhos, vai haver mais mudanças que é so inicio das mudança e bla, bla, bla, que estamos de olho etc…., pura demagogia, na verdade não querem mudanças, querem sim e visibilidade na midia, e que agente le tantas coisas positivas relacionados a transporte publico em outros centros, que ficamos indiguinados como a a quinta maio cidade do mundo pode ter um transporte publico tão mediocre!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: