LONDRINA APROVA LEI QUE OBRIGA COBRADORES EM ÔNIBUS

ônibus em Londrina

Ônibus em Londrina. Câmara aprovou projeto de lei que determina a presença dos cobradores nos ônibus, mas substitutivo limita esta obrigatoriedade apenas para ônibus convencionais das 05 h às 19 h. Mesmo com o substitutivo, vereadores acreditam que 500 postos de trabalho deixarão de ser extintos. Sindicato diz ter ressalvas. Foto: Prefeitura de Londrina

Projeto de Lei obriga cobrador em ônibus de Londrina
Mas substitutivo determina que a obrigatoriedade deve ser apenas em ônibus convencionais das 05 horas às 19 horas

ADAMO BAZANI – CBN

Uma questão que levanta muita discussão na maior parte das cidades é a obrigatoriedade da presença de cobradores nos ônibus urbanos.
A figura do cobrador, para os profissionais do setor de transportes e para a população, não serve apenas para receber o dinheiro das passagens, mas caba sendo um auxiliar dos motoristas e dos passageiros, dando informações sobre pontos e itinerários, ajudando no ajuste de espelhos internos e retrovisores e evita que o motorista dirija e cobre ao mesmo tempo, retirando a atenção para o trânsito.
Já para os empresários de ônibus, o cobrador acaba ficando boa parte do tempo ocioso por causa da bilhetagem eletrônica, que compreende a maior parte do pagamento das passagens.
Em Londrina, no Paraná, o assunto nesta terça-feira voltou a ser discutido. Em primeira sessão, a Câmara dos Vereadores aprovou a obrigatoriedade dos cobradores nos ônibus municipais. O projeto de lei 297 / 2011 é do vereador Marcelo Belinati.
Os parlamentares aprovaram, no entanto, um substitutivo do vereador Ivo de Bassi que determina que a obrigatoriedade só serve para os ônibus convencionais (excluindo micros e midis, também conhecidos como micrões) das 5 horas até às 19 horas. O projeto original previa a obrigatoriedade dos cobradores em todos os horários.
A CMTU – Companhia Municipal de Transporte Urbano deverá fiscalizar o cumprimento da lei, caso seja aprovada em segunda votação e sancionada pela prefeitura.
O autor do projeto original, Marcelo Belinati, disse que o substitutivo não altera a intenção da proposta que pode evitar que 500 postos sejam extintos.
Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivos de Londrina (Sinttrol), João Batista da Silva tem dúvidas se a medida pode evitar as demissões e disse que com o substitutivo, só é restabelecido um acordo em contrato entre a prefeitura e a empresa TCGL – Transporte Coletivo Grande Londrina.
Mesmo assim, segundo o sindicalista, se o prefeito Barbosa Neto não aprovar o projeto de lei, apesar do substitutivo, a categoria, que chegou a fazer um abaixo-assinado com 900 nomes, não descarta paralisação.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em LONDRINA APROVA LEI QUE OBRIGA COBRADORES EM ÔNIBUS

  1. Sérgio - Santo André // 9 de dezembro de 2011 às 18:31 // Responder

    Vejamos aqui, dentre muitos mau exemplos por todo país, como se burla as leis de trânsito pelo belo deleite dos empresários. A partir do momento em que não se pode nem mesmo colocar o cotovelo do lado de fora do seu veículo de passeio, o motorista de ônibus pode dirigir e passar troco ao mesmo tempo, imaginem. A Lei só vale para nós. Uma pessoa que é responsável pelo transporte de diversas pessoas, na interpretação dos senhores empresários, pode tudo, inclusive “assobiar e chupar cana ao mesmo tempo”, não é? Não deixem o “Cirque de Soleil” conhecer esses profissionais, ou ele acabarão sendo contratados como malabaristas….até que uma tragédia ocorra.

  2. Marcos Aurelio Roque
    E-mail: marquinhoccb@hotmail.com

    Endereço: Av. 27 de março, 56 Bairro: Vila Garcia- Votorantim-SP
    Telefone: (15) 33432169 – (15) 8800-0532 Data de Nascimento: 02/09/1969

    Formação Escolar: 1° Grau Completo

    Outros Cursos:
    Curso: vigilante
    Entidade: Academia de vigilantes
    Cidade: São Paulo
    Curso: Motorista Cidadão
    Curo: Inglês e Espanhol em transito
    Direção defenciva
    legislação de Transito
    1° socorros , meio ambiente convivio social
    Motorista Rodoviário Obrigatório no Rio de Janeiro
    Resolução Art. 168,
    Curso: Transporte coletivo.

    Formação Profissional :
    Empresa: Verdun Transportes S/A
    Função: Motorista Urbano
    Período: 07/05/2009 à 09/11/2011

    Empresa: Envitec Saniamento Ambiental
    Função: Ajudante Geral
    Período: 02/05/2005 à 31/07/2007

    Empresa: SPL do Brasil
    Função: Ajudante Geral
    Período: 20/05/1998 à 03/12/2001

    Empresa: Julio & Julio Ltda
    Função: Ajudante Geral
    Período: 26/03/2002 à 03/10/2003

    Empresa: Filon Confecções Ltda
    Função: Auxiliar de Qualidade, Maquinista Pleno
    Período: 03/07/1995 à 05/12/1996

    Votorantim______de_______2011

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: