CIDADE DE MAUÁ RENOVA FROTA COM USADOS DO RIO DE JANEIRO

Ônibus Mauá

Neobus Spectrum City, que faz parte da renovação de Mauá, circulou por quase 3 anos pela Empresa Braso Lisboa, do Rio de Janeiro

Viação Cidade de Mauá reduz idade da frota de micrões
Veículos vieram do Rio de Janeiro onde prestaram serviços por cerca de 3 anos

ADAMO BAZANI – CBN

Já estão em operação pela Viação Cidade de Mauá, responsável pelo lote 01 do município do ABC Paulista, ônibus do tipo micrão (entre os convencionais e micros) mais novos dos que prestaram serviços pela empresa.
Os ônibus contribuem para a redução da média da idade da frota, que não pode ser superior a 5 anos, mas não são zero quilômetro.
A maior parte dos cerca de 20 micrões veio usada do Rio de Janeiro e foram fabricados entre 2008 e 2009.
Os veículos eram operados por empresas como a Braso Lisboa e são dos modelos Caio Foz Super e Neobus Spectrum City, chassis Mercedes Benz OF 1418.
Os micrões substituirão os ônibus de categoria equivalente mais antigos.
No dia 16 de setembro, a empresa apresentou 30 ônibus convencionais Mascarello Gran Via, Mercedes Benz OF 1722 M, estes zero quilômetro.
Desde 2010, a idade da frota de Mauá vem reduzindo. Naquele ano, a empresa Leblon Transporte de Passageiros, que assumiu o lote 02 trouxe 86 ônibus zero quilômetro: 41 convencionais, 19 micros, 15 micrões e 11 articulados de última geração, Volvo B 12 M.
Hoje a empresa conta com estes veículos e mais dois articulados Volvo B 10 M, Urbanus, da Busscar, ano 2002.
Os ônibus são para reserva e reforço em horário de pico.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

7 comentários em CIDADE DE MAUÁ RENOVA FROTA COM USADOS DO RIO DE JANEIRO

  1. Que lei é essa que obriga as empresas a trocar a frota a cada 5 anos? Em Rio Grande da Serra por exemplo, eu vi um GLS Bus em operação, Jandira e uns Alphas, Barueri e uns Milleniuns I

  2. Essa porcaria tá quase igual o CL4…
    falando nele, não estamos de brincadeira! O CL4 vai cair por bem ou por mal!!!
    http://unitedapartment.de/

    MAIS SITES INVADIDOS
    Olha um:
    http://www.uff.br/mapasonoro/wp-content/uploads/2011/11/consorcio-leste-4.jpg
    E mais um:
    http://cidadaopromundo.org.br/wp/wp-content/uploads/2011/11/consorcio-leste-4.jpg
    entre outros…

  3. Na zona leste de SP, andamos em muitos onibus anos 1999, 2000 e 2001, acho 5 anos pouco e 10 anos muito, 7 anos seria o ideal, pelo menos em São Paulo, onde um onibus chega a rodar 18 horas por dia, claro que tudo isso com boa manutenção, limpeza etc, o que evidentemente não ocorre, eu particularmente trocaria os onibus novos por intervalos menores, agora tirar onibus com mais de 10 anos e não substituir e insano.

    • 10 anos é razoável, desde que a manutenção seja boa. Vi vários da Tupi, da antiga Paratodos e outros desativados por causa dos 10 anos com plenas condições de circular. Já alguns da Vip, Cidade Dutra e da cooperpam estão caindo aos pedaços muito antes do prazo. Não basta estabelecer uma idade, deve-se fiscalizar rigorosamente a manutenção. E 5 anos, pelo que eu entendi, não é a idade máxima dos veículos e sim a idade média da frota, para que sempre sejam adquiridos veículos novos

  4. Acredito que trocar em um prazo de 7 a 10 anos seja o suficiente, pois em um intevalo menor, como o de 5 ano, não vejo ser bom financeiramente nem ambientalmente. A primeira por que o custo é alto e você tem pouco tempo para capacitar o pessoal da manutenção e operação. Eles nem bem terminaram de aprender sobre um modelo e já tem de esquecer e absorver outro. A segunda porque mesmo sendo veiculos sempre novos e, por isso, com consumo mais racional de combustivel e menor emissão de poluentes, a troca constante demanda a fabricação constante de novo produto o que consome em maior velocidade recursos naturais usados na produção destes. Acredito que o correto seja um prazo de 7 a 10, ou 7 a 9 anos sendo nesse periodo realizadas melhorias e incorporadas tecnologias que permitam redução de emissão de poluentes, maior eficiência e redução de custos de manutenção.

  5. PORQUE A EMPRESA NAO COLOCA LINHA NO TER. SONIA MARIA AO TER. ZAIRA

  6. mas foram renovados por capacidade , ates desses microes ,eran caio foz ano 2005 e q eu saiba ja sao 7 anos ,mas com 3 anos d uso eles ja estavan tdos uma lata veia as vezes tinha us ate com cadeiras faltando ,um barulho isuportavel e muitos desconvortaveveis ,com varias peças veia d outros carros ,els tavan uma verdadeira gambiarra .teve sim q renovar ,mas espero q num aconteça a mesma coisa com os mais novos;

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: