CURITIBA AMPLIA SERVIÇOS DO MAIOR ÔNIBUS DO MUNDO E MOSTRA QUE INTEGRAÇÃO ATRAI PASSAGEIROS

Ligeirão, o maior ônibus do mindo

Os serviços do maior ônibus do mundo serão ampliados em Curitiba. Já estão em obras os corredores e vias para ampliação da Linha Verde Norte, que vai receber duas linhas com este modelo de ônibus, que tem capacidade para receber entre 270 e 300 passageiro. As ligações serão entre o Pinheirinho e Atuba e Carlos Gomes (centro de Curitiba) e Atuba. O objetivo com a ampliação também é oferecer mais integração tarifária e física entre as linhas de ônibus, o que segundo especialistas, atrai passageiros para o sistema de transportes públicos. Foto: Adamo Bazani.

Maior ônibus do mundo ao norte de Curitiba
Linha Verde Norte será preparada para receber os ônibus biarticulados, os Ligeirões, para ampliar a oferta de transportes

ADAMO BAZANI – CBN

Já tiveram início as obras para preparar a Linha Verde Norte, da Rede Integrada de Transporte de Curitiba, para receber os veículos apelidados de Ligeirões, biarticulados, que são os maiores ônibus do mundo. O modelo Neobus Mega BRT, além de ser dotado de tecnologia de controle de operação e computador de bordo, tem mais espaço interno (altura por dentro de 2,20 metros) e pode transportar entre 270 pessoas e 300 pessoas em seus 28 metros de comprimento.
As obras vão permitir ampliação de oferta de transportes em duas linhas que serão servidas pelos Ligeirões: Pinheirinho – Atuba e Atuba – Carlos Gomes (parada no centro de Curitiba).
O objetivo é aumentar a mobilidade urbana com uso de ônibus que exigem obras relativamente baratas com custo-benefício em comparação a outros meios de transportes.
As primeiras intervenções têm sido feitas no eixo da rodovia Régis Bittencourt nas proximidades da passarela da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Esta primeira parte deve abranger até a região do Viaduto Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, totalizando 2,3 quilômetros de extensão.
Neste trecho será implantado corredor exclusivo de ônibus.
Esta obra da linha Verde Norte vai contemplar 2 mil 350 metros de corredor. Os ônibus atenderão os seguintes bairros: Jardim Botânico, Jardim das Américas, Cajuru, Cristo Rei, Capão da Imbuia e Tarumã.
A obra vai custar R$ 52 milhões financiados com recursos da Agência Francesa de Desenvolvimento – AFD.
Além do corredor, as obras vão oferecer uma reestruturação viária.
Serão reformuladas trincheiras das ruas Roberto Chichon e Agamenon Magalhães e da Estação Jardim Botânico.
O trecho do corredor de ônibus ganhará nova iluminação e sinalização mais adequada, além de ciclovia.
A linha Verde Norte terá 12 faixas de rolamento, sendo duas pistas locais, um para cada sentido, seis para trânsito de veículos convencionais (três em cada sentido), duas pistas para corredores de ônibus, calçadas e paisagismo novo, com integração de área verde.
O viaduto da Avenida Afonso Camargo será duplicado e vai receber um mini-terminal de ônibus. Ele vai integrar as linhas que servem a região e a linha Leste – Oeste ao novo trecho que vai unir Atuba e Pinheirinho.
Na parte de cima do viaduto haverá uma estação tubo que vai se unir a outra estação na parte de baixo na Avenida Afonso Camargo.
O objetivo é também oferecer mais integração entre as linhas de ônibus e tornar os transportes públicos mais atraentes.
De acordo com especialistas, quanto mais integração um sistema oferecer, mais pessoas se sentiriam estimuladas a deixar o carro em casa.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: