BRT faz Pernambuco ser exceção. Obras começaram antes do previsto de olho na Copa das Confederações.

Obras para a Copa

O BRT – Bus Rapid Transit – foi determinante para que Pernambuco seguisse na contramão dos outros lugares que devem sediar os jogos da Copa do Mundo. O estado está adiantado nas obras que devem terminar antes do previsto e dará condições ao local para sediar a Copa das Confederações, evento da Fifa que ocorre em 2013 e vai anteceder de forma oficial a Copa. Além da ordem de serviço para construção da Radial da Copa, o governador Eduardo Campos assinou projeto de lei que engloba as principais diretrizes para licitação de ônibus metropolitanos no estado.

Pernambuco oficializa obra de corredor de ônibus para a Copa
Com 6,3 km de extensão, espaço vai privilegiar os transportes coletivos e deve custar R$ 131 milhões. Também foi assinado projeto de lei para licitação de ônibus na Região Metropolitana de Recife

ADAMO BAZANI – CBN

Uma das principais obras de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014, em Pernambuco, teve o contrato de ordem de serviço assinado pelo governador Eduardo Campos.
Trata-se do corredor de ônibus de trânsito rápido que servirá a chamada Cidade da Copa, em São Lourenço da Mata.
A pista exclusiva que deve dar agilidade aos ônibus e pode receber veículos de maior porte e de tecnologia mais avançada, uma das características do BRT (Bus Rapid Transit) vai ter início na Avenida Belarmino Correia, em Camaragibe, e atingirá 6,3 quilômetros de extensão. A obra vai custar R$ 131 milhões e deve ficar pronta no primeiro trimestre de 2013.
O consórcio responsável pelo corredor é o Mendes Júnior / Servix , que teve o nome divulgado como vencedor da licitação no Diário Oficial do Estado, edição de 27 de setembro de 2011.
A verba para financiar o corredor de ônibus terá seguintes fontes de recursos: PAC da Mobilidade (Programa de Aceleração do Crescimento), de onde virão R$ 99 milhões e o Estado de Pernambuco que investirá a contrapartida de R$ 32 milhões.
Ao entorno do corredor de ônibus, que seguirá paralelo ao metrô em boa parte do trecho, haverá ciclovias. Será construída uma ponte sobre o Rio Capibaribe, onde haverá, além do corredor de ônibus, duas pistas para carros de passeio.
O início das obras estava previsto para dezembro, mas tanto o consórcio construtor como o Governo do Estado, decidiram já começá-las neste mês.
Um dos objetivos é colocar Pernambuco como um dos favoritos para sediar a Copa das Confederações, que ocorre em 2013, um evento da Fifa (entidade máxima do futebol) que antecede a Copa do Mundo.
Com o corredor de ônibus, Pernambuco segue na contramão de boa parte das cidades-sede e, em vez de atrasar, adianta uma obra. Além disso, outras sedes, como São Paulo, que por enquanto deve sediar a abertura da Copa, já descartaram abrigar a Copa das Confederações, justamente por falta de estádio e obras de transportes de implantação em tempo hábil.
A Fifa deve anunciar pelo menos 05 cidades que vão abrigar a Copa das Confederações no Congresso Executivo da entidade que ocorre entre os dias 20 e 21 de outubro, em Zurique, na Suíça.
O Ramal Cidade da Copa, que vai incluir o corredor de ônibus, vai ser feito em duas etapas: A primeira terá 3, 76 quilômetros de extensão e será na própria área da Cidade da Copa, na Margem do Rio Capibaribe, indo até a rodovia BR 308. Esta fase deve ficar pronta até dezembro de 2012. Um outro acesso ao estádio será construído pela Odebrecht.
A segunda fase da obra terá 2,65 quilômetros, indo do Terminal Camaragibe até a nova ponte. Haverá integração com a nova estação do Metrô, a Cosme e Damião.
A opção pelo corredor de ônibus, segundo o Governo do Estado de Pernambuco, foi determinante para as obras terem início rápido e previsão de conclusão a tempo da Copa das Confederações e ao mesmo tempo serem legados para a população depois da realização dos eventos esportivos, pelo fato do BRT ser um sistema que agiliza os deslocamentos e, por poder receber ônibus mais modernos, oferecer mais conforto, segurança e acessibilidade nos transportes. O pagamento das passagens será feito nas estações, antes da entrada no ônibus, o que vai diminuir o tempo de parada dos veículos, e o piso de cada estação será no mesmo nível do assoalho dos ônibus.
Os veículos terão monitoramento e as estações devem contar com painéis que informam dados de horários e da linha para os passageiros.
Como os ônibus não terão de dividir espaço com os demais veículos do trânsito convencional, eles vão ganhar velocidade. Assim, menos ônibus vão fazer mais viagens, o que deixará o sistema economicamente vantajoso, sem contar os ganhos ambientais.
Menos ônibus e ônibus mais modernos representam menores índices de poluição e, pela maior velocidade e mais conforto, a estimativa é que parte da população deixe o carro em casa e opte pelo transporte público.

LICITAÇÃO NA REGIÃO METROPOLITANA

O governador Eduardo Campo também assinou, neste sábado, dia 01º de outubro de 2011, projeto de lei que cria as principais exigências para a licitação dos serviços de ônibus metropolitanos do Estado.
Entre os pontos do projeto estão as políticas de reajustes tarifários e a forma de remuneração dos operadores de transporte coletivo.
O projeto de lei depende da aprovação da Assembléia Legislativa de Pernambuco e das câmaras municipais de Recife e Olinda.
Os prefeitos de Recife, João da Costa, e de Olinda, Renildo Calheiros participaram do ato de assinatura projeto de lei.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

4 comentários em BRT faz Pernambuco ser exceção. Obras começaram antes do previsto de olho na Copa das Confederações.

  1. Boa e interessante notícia!.

    Parece que o BRT desta vez é de verdade. O custo expressivo por km sugere intervenções importantes, obras de vulto. É bom também ver que nossas maiores construtoras estão envolvidas; não têm fama de entrar para fazer pela metade e este prestígio, no caso de BRTs, deve fazer diferença.

    Tomara que este blog acompanhe par-e-passo as obras e a integração com os outros modias.

  2. O Recife sem dúvida tem hoje uma das malhas de transporte mais eficientes do Brasil, e com esse corredor vai melhorar mais ainda com certeza. Agora, não acho correto que se fique criticando aqui toda hora a opção pelos trilhos apenas pelo argumento de que as “obras vão atrasar” ou que “pode ficar pronto depois da Copa”. O importante é o legado que essas obras trarão para as cidades, e a solução sobre trilhos sempre é muito bem vinda, uma vez que tem algumas vantagens tais como a natural maior capacidade que os BRTs e a possibilidade de aumento da oferta ao longo dos anos sem grandes prejuízos ambientais.

    E lembre-se que Recife tem uma malha metroviária de 37,8km, apenas 3km a menos do que o Rio de Janeiro, cidade três vezes maior. Além disso, conta com mais 31km de trem diesel que está sendo convertido a VLT, ou seja, quase 70km de linhas sobre trilhos. Foi por conta desse projeto bem sucedido que foi o MetroRec, que o Recife sem dúvida nenhuma saiu na frente de todas as outras grandes capitais do Nordeste. Agora, com a implantação dos corredores, essa eficiência só aumentará, e espero que tais corredores sejam operados com uma frota de primeira qualidade, com ônibus articulados ou até biarticulados de motor traseiro e central, ao contrário do que ocorre hoje, quando vemos a maioria esmagadora dos veículos de lá com motorização dianteira.

    Grande abraço.

  3. Governo antecipa calendario e inicia obras do corredor exclusivo de onibus do Ramal Cidade da Copa01.10.2011. Diante de um publico de aproximadamente 200 pessoas o governador de Pernambuco Eduardo Campos assinou na manha de sabado 01 a ordem de servico para a construcao do corredor exclusivo de onibus Ramal Cidade da Copa. Em 10 de agosto anunciamos o lancamento do edital de licitacao para construcao dos Corredores Norte-Sul Leste-Oeste Ramal Cidade da Copa e Terminal Integrado Cosme e Damiao.

  4. Mais uma vez Pernambuco se torna destaque no cenário nacional. Estas obras são importantes para o estado independente da COPA de 2014. O legado que será deixado para a região será grandioso! As empresas do setor de transporte de passageiros já estão antenadas com as novidades do mercado e com certeza irão adquirir uma frota moderna com ônibus de motor traseiro. Parabéns Governador Eduardo Campos e equipe por torna o estado o maior celeiro de obras da sua história.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: