GREVE DE MOTORISTAS E COBRADORES DE ÔNIBUS É ADIADA EM PORTO VELHO – RONDÔNIA

ônibus
Os serviços de ônibus em Rondônia, Porto Velho, devem ser normais nesta segunda-feira. Depois de acordo mediado pelo Ministério Público do Trabalho, a greve anunciada foi adiada. Na terça-feira, os trabalhadores, pelo sindicato, discutem as propostas das empresas. O sindicato estabeleceu que os motoristas querem aumento de 10%, R$ 100 no vale alimentação, R$ 8,00 para o vale refeição por dia, inclusive para trabalhadores noturnos da manutenção e adicional de insalubridade nos salários. Empresas oferecem 7% de aumento e ticket alimentação de R$ 60,00. Foto: imagensnews.com.br (Eliênio Nascimento/Ag. Imagem News)

Adiada greve de ônibus em Porto Velho
Na terça-feira deve haver uma assembléia dos trabalhadores para discutir propostas oferecidas pelas empresas de ônibus

ADAMO BAZANI – CBN

Os serviços de ônibus urbanos em Porto Velho, Rondônia, devem ser normais nesta segunda-feira, dia 04 de julho.
Os motoristas e cobradores do sistema local ameaçaram greve já para esta segunda, mas depois de reunião entre Ministério Público do Trabalho, sindicato da categoria e representantes de empresas de ônibus, o movimento foi adiado.
Na terça-feira, dia 05 de julho, vai ser realizada uma assembléia para a categoria decidir se aceita ou não a proposta por parte das viações.
A greve de ônibus em Porto Velho só foi evitada depois de mediação do Ministério Público do Trabalho, ocorrida no sábado.
Os trabalhadores reivindicam 10% de reajuste salarial, ticket – alimentação de R$ 100,00 para todos os funcionários de empresa de ônibus, independentemente da função, vale refeição diário de R$ 8,00 para toda a categoria, inclusive funcionários da manutenção do período noturno e adicional de insalubridade sobre o salário das funções.
Já as empresas de ônibus, oferecem aumento de 7% sobre todos os salários da categoria e ticket alimentação de R$ 60,00.
Na reunião deste sábado, que evitou a paralisação dos ônibus nesta segunda-feira, participaram o procurador do Trabalho, Ailton Vieira dos Santos, o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Porto Velho (SET), Márcio Pacele, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Urbanos de Rondônia – (Sitetuperon), Edílson Pereira, Ronaldo Marciano, da empresa Três Marias, e Fernando de Castro da Empresa Rio Madeira.
O sindicato ainda não descartou a possibilidade de greve, mas há expectativa de um acordo para evitar a paralisação.
As empresas filiadas ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Porto Velho são Transporte Coletivo Rio Madeira Ltda, Três Marias e Seta Transportes.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.