MACEIÓ DEVE TOMAR AÇÕES PARA COMBATER ASSALTOS A ÔNIBUS

ônibus em Maceió

Viação São Francisco foi a que registrou neste ano mais assaltos. Foram 53 ações criminosas dos 119 crimes informados até junho de 2011. Problema é grave em Maceió e cidades vizinhas e fez com que Ministério Público, Polícia Militar e Polícia Civil se reunissem para discutirem ações individuais e em conjunto. PM vai intensificar a Operação ônibus Seguro e a Civil vai reabrir 777 inquéritos sobre roubos de 2009 a 2011. Tráfico de drogas é apontado como principal motivação dos assaltos. Foto: Willian Ponttal.

Série de assaltos em ônibus faz Ministério Público cobrar mais ação das polícias
Polícia Civil vai instaurar 777 inquéritos sobre ações de 2009 a 2011 e Polícia Militar vai intensificar a Operação ônibus Seguro

ADAMO BAZANI – CBN

Os problemas de assaltos em ônibus têm sido desafios cada vez mais difíceis para as autoridades de transportes e de segurança pública em todo o País, independentemente dos portes das cidades.
Depois de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, anunciar que para desestimular as ações dos criminosos não deve mais aceitar dinheiro dentro dos ônibus para pagamento das passagens, é a vez de Maceió, em Alagoa, tentar tomar providências para inibir os assaltos.
Nesta sexta-feira, dia 17 de junho de 2011, estiveram reunidos o promotor Flávio Gomes, da Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial, o delegado da Polícia Civil, Arnaldo Soares de Carvalho, e o capitão da Polícia Militar, Souza Júnior para que os três órgãos desenvolvam ações individuais e em conjunto contra a violência nos ônibus.
A reunião já teve resultados.
A Polícia Civil se comprometeu a instaurar 777 inquéritos para apurar os assaltos de 2009 a 2011.
De acordo com o que verificou o Ministério Público, boa parte das ações criminosas não é investigada.
Normalmente, é o próprio funcionário da empresa que vai à delegacia para registrar os fatos para não ter de pagar o que foi roubado da viação. Depois, quando convocado para prestar depoimento, ele não comparece e o caso é arquivado.
O Ministério Público quer que estes casos sejam reabertos.
A Polícia Militar se comprometeu a intensificar a Operação Ônibus Seguro, iniciada logo no começo de 2011. A Operação visa reforçar o policiamento nos lugares onde há mais incidência de assaltos e orientar a população a se precaver dos roubos, tomando medidas preventivas.
Os lugares onde os ônibus são mais assaltados são velhos conhecidos da Polícia: Vergel do Iago, Dique-Estrada, Bom Parto, Clima Bom e Cidade Universitária.
Mesmo assim, o Ministério Público quer mais informações. Por isso, a Polícia Militar se comprometeu com o órgão a entregar em 10 dias um plano de combate e prevenção a assaltos em ônibus.
Só neste ano, segundo informações das empresas que prestam serviços em Alagoas e cidades vizinhas foram 119 assaltos (até sexta-feira dia 17 de junho).
As empresas que mais sofreram com a ação dos criminosos foram: São Francisco, com 53 roubos, Piedade, com 39 assaltos e Veleiro com 27 ações criminosas.
Para a Polícia Militar, no entanto, não adianta apenas medidas isoladas.
A exemplo de Campo Grande, o órgão em Maceió disse que a principal causa de roubos em ônibus é o tráfico de drogas. Normalmente, as quantias levadas dos ônibus são pequenas e o perfil do criminoso é o usuário de droga que rouba para manter o vício ou pagar dívidas com os traficantes.
A Polícia também reclama da legislação. Muitas vezes, a pessoa que rouba é liberada e volta a cometer o crime, ocorrendo isso mais de uma vez.
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes, repórter da Rádio CBN. (Informações da Repórter Janaína Ribeiro, da Gazeta Web)

1 comentário em MACEIÓ DEVE TOMAR AÇÕES PARA COMBATER ASSALTOS A ÔNIBUS

  1. Boa tarde à todos !

    Elimine o pagamento das passagens com dinheiro que, será uma simples e GRANDE contribuição, para tentar resolver o problema.

    É mais simples, barato e seguro.

    Minha humilde opnião.

    Abraços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: