CONHEÇA UM POUCO MAIS DO PROGRAMA DESPOLUIR – EMPRESA DO ABC TEM 100% DA FROTA APROVADA.

Programa Despoluir

Ônibus da Leblon de Mauá sendo inspecionado pelo Programa Despoluir, que tem o objetivo de auxiliar no controle da poluição de veículos em todo o Pais. Grandes frotistas e autônomos são submetidos aos testes que usam equipamentos mais modernos que os opacímetros convencionais. De azul claro, o técnico Sandro Cesar Taner diz que o meio ambiente, os empresários, a população e os funcionários ganham com veículos mais regulados. De azul escuro, Waldemir Padilha, do Grupo Leblon, diz que aprovação de 100% da frota é resultado de manutenção rigorosa e cultura em prol do meio ambiente. Foto: Adamo Bazani

Programa Despoluir: conscientizando e aprimorando os serviços de transportes para uma meio ambiente mais agradável
Empresa do ABC Paulista consegue 100% de aprovação no maior programa de controle de emissão de poluentes do Brasil

ADAMO BAZANI – CBN

Na semana do Meio Ambiente, quando o assunto é o transporte público as discussões se voltam parra ônibus com tecnologias limpas e combustíveis alternativos, soluções necessárias para uma qualidade de vida cada vez menor pro conta da poluição, mas que envolve altos investimentos e ações até mesmo de longo prazo.
Muitas vezes, no entanto, ações básicas já ajudariam e muito a conter o nível de poluentes que é tão prejudicial a saúde.
Uma frota de ônibus, mesmo a diesel tradicional, pode ser ambientalmente amigável se os veículos estiverem regulados em bom estado de manutenção.
E verificar isso e orientar os frotistas é um dos objetivos do Programa Despoluir desenvolvido pela CNT – Confederação Nacional dos Transportes em parceria com o Sest-Senat e federações de transportes em todo o Brasil.
O programa é realizado em frotas de todo o País desde julho de 2007. Antes mesmo disso, desde 1996, a CNT já tinha um projeto anterior que acabou dando origem ao Despoluir.
Perlo programa, técnicos vistam garagens, de ônibus e caminhões, e atendem também transportadores autônomos. Com aparelhos modernos é analisado o nível de opacidade do escape, ou sejam se o veículo emite fumaça preta, que contém materiais particulados e gás carbônico.
O rigor e o profissionalismo nas aferições é grande.
A reportagem acompanhou os trabalhos do Despoluir na garagem do Grupo Leblon Transporte de Passageiros, em Mauá, no ABC Paulista.
Todos os 86 ônibus da companhia foram analisados, nos dias 07 e 08 de junho de 2011, e a empresa teve 100% de aprovação.
O procedimento é de alta tecnologia, superando a Escala de Ringelman, que, por um opacímetro de papel, mede se os veículos diesel emitem a chamada fumaça preta, que indica concentração maior de materiais particulados e de outros poluentes. Essa escala foi desenvolvida em 1890 pelo professor Maximiliam Ringelman em Paris para medir a fumaça emitida pelas chaminés das indústrias que usavam caldeiras e sistema a vapor. Em 1920, começou a ser usada para medir a poluição de motores diesel.

O teste do Despoluir é feito por equipamentos mais modernos, informatizados e que proporcionam um resultado mais preciso.
Próximo ao ao escapamento do ônibus, é colocado um aparelho que captação do nível de fumaça. Para ter maior precisão ainda, uma sonda é afixada no escapamento.
Toda esta aparelhagem é ligada a um computador que, com um programa específico, apura o quanto de fumaça preta é emitida e informa o nível de opacidade aceitável.
No caso dos ônibus da Leblon de Mauá todos os veículos tiveram índices de emissão inferiores ao limite permitido.
“O Programa Despoluir traz benefícios gerais. Primeiramente em relação ao Meio Ambiente, afinal, com as emissões controladas há menos poluição do ar e a qualidade de vida é melhor. Depois ganha o frotista, pois os índices de opacidade dão parâmetros para ele regular os motores de seus veículos, o que os torna mais econômicos. Ônibus econômicos também são ganhos ambientais, pois é menos combustível gasto a toa. E combustível polui não só no uso, mas na produção também. Os passageiros e motoristas e cobradores também ganham, pois andam em veículos mais regulados, confortáveis, com menos problemas e regulados, os ônibus dão menos problemas e fazem menos barulhos” – explicou o técnico do Despoluir, Sandro Cesar Taner.
Waldemir Padilha, que acompanhou os trabalhos pela Leblon, afirmou que a aprovação de toda a frota de Mauá é fruto de um trabalho de manutenção constante e cultura das empresa em prol da preservação do meio ambiente.
“Muitas vezes com as facilidades da motorização eletrônica, algumas frotas deixam para trás detalhes fundamentais na manutenção que interferem na emissão de poluentes. A Leblon possui uma tradição em pensar nas pessoas e isso passa pela qualidade do ambiente que vivem. Aqui em Mauá, a Leblon teve índices ótimos entre 0,30% e 0,40% de fumaça sendo que o tolerável é bem acima disso: 1,14%. Todos que atuam na manutenção estão de parabéns” – disse Waldemir Padilha.
Os padrões usados pelo Programa Despoluir se baseiam na norma oficial NBR 13037 – Gás de Escapamento por Motor Diesel em Aceleração Leve.
O técnico diz que o trabalho é intenso.
“Cada técnico precisa vistoriar cerca de 250 veículos por mês, o que é bastante. Temos de pagar o ônibus com motor quente então nossos trabalhos se concentram na chegada dos veículos do primeiro turno da manhã e da chegada da noite” – explica Sandro Cesar Taner.
As empresas, como a Leblon de Mauá, que são aprovadas, recebem o Selo Despoluir, uma forma de incentivo e reconhecimento para a continuidade dos trabalhos de manutenção e regulagem de motores em defesa do meio ambiente, economia de combustível e para conforto de funcionários do setor de transportes e os passageiros.
Já as companhias que não tiveram aprovação, são orientados pelos técnicos.
Entre as orientações estão:

Informações sobre recebimento do combustível, drenagem dos tanques, padrão de abastecimento e sinalização na hora de abastecer tanques e veículos.
Orientação aos mecânicos para usarem de forma racional combustíveis e lubrificantes
Incentivo a auditorias voluntárias pela própria empresa ou dono do veículo nos tanques de armazenamento, aferição das bombas de combustível e avaliação na qualidade do diesel.
Práticas para o aumento da eficiência do óleo diesel

Os índices de poluição apurados pelo Programa Despoluir devem mudar no ano que vem apenas para os veículos vendidos a partir de janeiro de 2012.
Os ônibus e caminhões novos entram na fase 7, a P7 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores – Proconve, que se baseiam nas normas mais rígidas de controle de emissões de poluentes adotadas na Europa desde 2009, a Euro V.
Os índices para veículos produzidos e comercializados até dezembro de 2011 devem continuar os mesmos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em CONHEÇA UM POUCO MAIS DO PROGRAMA DESPOLUIR – EMPRESA DO ABC TEM 100% DA FROTA APROVADA.

  1. Boa noite à todos !

    Ótima iniciativa da LEBLON, parabéns !

    Que continue assim e que sirva de exemplo. A alguns anos, por volta de fins da década de 90, ao visitar a garagem da Urubupungá, em Osasco, pude observar, creio, a mesma avaliação ou similar, sendo aplicada nos ônibus da frota.

    Foi gostoso apreciar a satisfação dos funcionários responsáveis pela tarefa acima, com os resultados obtidos, na Urubu, em tal ocasião.

    Pelo visto, o bom exemplo foi seguido e está cada vez mais difundido.

    Abraços.

  2. Amigos, boa tarde.

    Legal, parabéns Lleblon.

    Alguém pode me esclarecer algumas dúvidas.

    O programa despoluir é só do ABCDM?

    Por que a Cetesb não usa na fiscalização dos caminhões, ao invés
    daquela folha de papael com escalas?

    Só os ônibus estão obrigados a esta avaliação?

    Um link do programa Despoluir também será útil.

    Grato

    Paulo Gil

    • Felipe de Freitas // 24 de outubro de 2011 às 16:19 // Responder

      O Programa Despoluir é da Confederação Nacional do Transporte – CNT, que foi criado em uma parceria com o Sest/Senat. O papel que você refere é a Escala de Ringellman, mais ela só é usada hoje em dia pela Polícia Rodoviária Federal – PRF, a CETESB usa os parâmetros estabelecidos pela Resolução 418 Conama, que inclui a Inspeção e Manutenção dos Veículos Automotores (I/M). O site do Despoluir é http://www.cntdespoluir.org.br. Espero ter ajudado, Obrigado.

      Felipe Freitas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: