MONOTRILHO DO ABC NÃO TEM NEM AINDA EMPRESA QUE VAI ELABORAR O PROJETO, MAS A PROPAGANDA JÁ ESTÁ FEITA!

Monotrilho do ABC é só propaganda

Projeto do Monotrilho que passa por São Bernardo do Campo nem está pronto, só em junho a empresa que vai elaborar estes estudos será escolhida, as obras devem ter a primeira fase concluída só em 2012 e não serão inauguradas por completo, o Governo do Estado de São Paulo não sabe quantos imóveis devem ser desapropriados, mas a propaganda está pronto e até um desenho feito em computador foi divulgado no site da Prefeitura de São Bernardo do Campo.

Monotrilho do ABC vai custar mais de R$ 3 bilhões
E as obras só vão sair do papel no final de 2012

ADAMO BAZANI – CBN

Uma das grandes propagandas para a mobilidade urbana na região do ABC Paulista, o monotrilho previsto para ligar o Alvarenga, bairro de São Bernardo do Campo, até a Estação Tamanduateí, do Metrô, na Capital Paulista, só deve sair do papel no final de 2012 e ao custo de R$ 3,6 bilhões, isso se não houver atrasos por conta do tamanho da obra e aditivos financeiros.
O edital para a empresa que ainda vai elaborar o projeto, alardeado pelo Governo do Estado de São Paulo e pelas prefeituras do ABC, só deve ser publicado em junho.
A Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo confirmou a necessidade de várias desapropriações, mas ainda não tem a noção de quantos imóveis serão demolidos para a construção da estrutura do monotrilho.
O Governo Federal liberou R$ 27,6 milhões só para o projeto básico ser elaborado. Só estudos e papelada, devido ao grande impacto ambiental e urbanístico que um monotrilho provoca, necessitando de mais aprofundamentos para as análises do que pode ou não ser feito.
Como é de costume, a obra não irá ser entregue por completo, segundo admite o próprio Governo do Estado de São Paulo.
No final de 2012, não havendo nenhum problema na execução das obras, só ficará pronto o trecho entre o Metrô Tamanduateí e o centro de São Bernardo do Campo. Do centro da cidade do ABC Paulista ao bairro do Alvarenga ainda não há previsão concreta.
O Monotrilho deve atender inicialmente 200 mil pessoas por dia, um número considerado baixo para o que vai ser investido.
O traçado em São Bernardo do Campo também levantou algumas discussões. Ao sair da estação do Metrô, a estrutura do monotrilho passará pela Avenida Presidente Wilson, Avenida Guido Aliberti, Lauro Gomes e depois vai fazer exatamente o mesmo itinerário dos ônibus e trolebus da Metra, no corredor ABD.
Haverá, portanto, uma sobreposição de itinerários, com oferta de serviços nesta região. Parte dessa sobreposição se explica pelo fato de, considerando suas características técnicas, o monotrilho não pode servir outras áreas com carência nos transportes.
O Monotrilho ABC deve ter 19 estações no seu trajeto.
Adamo Bazani, jornalista da CBN, setorista de transportes.

3 comentários em MONOTRILHO DO ABC NÃO TEM NEM AINDA EMPRESA QUE VAI ELABORAR O PROJETO, MAS A PROPAGANDA JÁ ESTÁ FEITA!

  1. Vai ficar bom, mas e as enchentes no percuso???

  2. Rose, bom dia

    Não faça pergunta difícil.

    Mas com certeza será implementado um modal auxiliar, o “VLA”.

    “VEÍCULO LEVE SOBRE ÁGUAS.

    Grato
    Paulo Gil

  3. As torres da Guido Aliberti em Sao Caetano serao ao lado do rio? se forem como ficam as torres de alta tensao que acabaram de ser reformadas? Onde serao as estacoes de Sao Caetano? Ha possibilidade de ser no antigo terreno da Coferraz?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: