HOMENAGEM ESPECIAL PARA AS RAINHAS DOS TRANSPORTES

Mayra Mello (de vermelho) ao lado da amiga e colega de trabalho Érica Siva era uma das garotas mais empolgadas no dia especial para as mulheres na Metra. “A empresa dá valor às mulheres no dia a dia. Este evento é um dos muitos exemplos disso. – Foto Adamo Bazani

Um dia especial em reconhecimento às rainhas do transporte
Beleza e Saúde marcaram as atividades especiais que foram desenvolvidas por empresa de ônibus em reconhecimento ao trabalho das mulheres que atuam no setor que há muito tempo não é só dos homens

ADAMO BAZANI – CBN

Uma das salas da garagem, em São Bernardo do Campo-SP, se transformou num castelo dos sonhos, onde as mulheres recebiam todo o tratamento que mereciam, principalmente voltado para as áreas de Saúde e Beleza” – Foto: Adamo Bazani

Rainhas que servem como se fossem súditas. Essa é uma das características das mulheres. Elas têm a sabedoria e altivez de uma rainha quando necessário, mas quase nunca vivem no trono. Como súditas servem, com seu carinho, com seu cuidado único para fazer as coisas e visão delicada e firme, tão diferenciada, dão mais brilho e sustentação a tudo em sua volta.
Só o fato de terem o dom da maternidade prova que grandes líderes, estadistas, empresários, esportistas e pessoas que mudaram o mundo, já tiveram no colo de uma mulher e aprenderam a dar os primeiros passos com ela.
O setor de transportes evolui nos últimos anos. O passageiro está mais exigente, os sistemas mais complexos e as relações em sociedade também se modificaram.
E a mulher tem papel fundamental na evolução dos transportes.
A atuação feminina no setor tem aumentado significativamente.
É o que constata a gerente de Recursos Humanos da Metra – Sistema Metropolitano de Transporte Ltda – Cristina Hernandez, que atua há 18 anos no departamento do Corredor Metropolitano ABD, que liga São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, ao Jabaquara, na Zona Sul da Capital Paulista, pelas cidades de Santo André, Mauá (Terminal Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema.
Ela atua desde a época da Metrobus, uma das operadoras do corredor antes da licitação vencida em 1997 pela Metra.
“Só tínhamos uma mulher. Não havia procura de mulheres por emprego na área de transportes. Isso foi mudando muito, principalmente com o modelo de gestão da Metra. Nos exames não fazemos diferenciação por sexo. Todos ficam muito a vontade. Mas as mulheres começaram a aparecer e mostrar sua capacidade conquistando espaço no mercado de trabalho no setor de transportes. Hoje, temos quase 400 mulheres nos quadros de funcionários da Metra e o serviço delas é excelente. As reclamações são praticamente zero. E o índice de acidente é bem menor. Elas dirigem e operam com um toque feminino diferenciado. Certamente elas melhoram os transportes” – explica Cristina Hernandez.

Cristina Hernandez é gerente de recursos humanos antes mesmo da Metra operar o Corredor Metropolitano ABD e acredita que a tendência do crescimento do número de mulheres vai humanizar ainda mais o setor de transportes. Foto: Adamo Bazani

Juliana Almeida diz que Dia Internacional da Mulher é um reconhecimento e que ela se sente reconhecida trabalhando na Metra. Foto: Adamo Bazani

RETRIBUIÇÃO EM UM DIA ESPECIAL:

Para retribuir todo esse cuidado e carinho com o serviço e com o passageiro, seja no atendimento direto nos ônibus e terminais ou indireto, trabalhando no setor administrativo ou em outros departamentos da garagem, além de aproveitar as comemorações do Mês Internacional da Mulher, a Metra preparou, em 11 de março de 2011, um dia mais que especial para suas colaboradoras.
Uma sala da garagem se transformou num castelo de sonhos para toda a mulher, que unia Saúde e Beleza, aspectos que nenhuma mulher dispensa.
Agora é com você, leitora, imagine um dia inteiro com: manicure, cabeleireira, esteticista, fisioterapeuta, massagista, nutricionista e tudo para que elas se sentissem não bem apenas na aparência, mas sobretudo, valorizadas.
E foi possível perceber que a Metra acertou em cheio.

Iara Real, fisioterapeuta e Leslie Tejori, analista de treinamento. Trabalho em sinergia para corpo, mente e qualificação profissionjal dos trabalhadores da Metra. Foto: Adamo Bazani

Fernanda Negri Setti, supervisora da Academia da Metra, que completou um ano em março com mais de 450 alunos, todos funcionários. A prática de exercícios aliviou dores dos funcionários e melhorou a qualidade de vida de muitos deles. Alguns conseguiram parar de tomar remédios para dores contínuas. Foto: Adamo Bazani.

Logo na entrada, as feições estavam alegres e sorridentes, mesmo as das mulheres que ainda não tinham passado pelo tratamento de beleza.
A bela jovem Mayra Mello era uma das mais animadas. Há dois anos e meio na Metra ela é a única mulher que atua na área de TI – Tecnologia da Informação, voltada para a área da Informática.
Trabalha em meio a cinco homens e afirma que está satisfeita com a empresa e a valorização dada às mulheres pela Metra.
“Esse dia especial é um dos exemplos. Vejo a valorização no dia a dia. Aqui há oportunidades iguais e as mulheres se destacam pela sua dedicação.”
Além do serviços típicos da área de TI, especificamente voltados para transportes, há programas que controlam peças do almoxarifado, que facilitam a escala dos carros e até um sistema que por mensagem SMS de celular, o pessoal de tráfego pode se comunicar.
Ana Lúcia Vicente Neve está há três anos na Metra e atua na Bilheteria. È a primeira vez que ela atua na área de transportes e diz que a igualdade no setor começa a aparecer agora em empresas modernas. A animação dela também era grande.
“Isso aqui ta uma maravilha. Vou sair renovada. Duas vezes mais bonita” – disse.
Juliana Almeida trabalha na área Administrativa, no Setor de Tesouraria. Para ela, a atitude da Metra é um ótimo reconhecimento ao sacrifício e luta das mulheres que não é qualquer empresa que faz.
“A Metra vai muito além dos benefícios que são obrigações por lei. Há algo sempre a mais. Há comemorações em dias festivos, de aniversário e até cruzeiros marítimos são oferecidos ao melhor funcionário e por sorteios. É uma maravilha. O Dia Internacional da Mulher representa conquista e uma ação como a de hoje (11 de março) não deixa de ser uma conquista e um presente. Me sinto muito reconhecida” – disse Juliana.

AÇÕES CONSTANTES:

Apesar de o dia especial para as mulheres ter trazido alegria, beleza e conscientização, as ações em prol destas áreas na empresa são constantes e não apenas voltadas para o público feminino.
É o que explica Fernanda Negri Setti, supervisora da academia da empresa de ônibus e trólebus.
Um dia antes da programação especial para as mulheres, em 10 de março, a academia, que funciona com equipamentos e profissionais próprios completava um ano.
São mais de 450 alunos, todos funcionários de diversos departamentos inscritos.
“Eles relatam uma qualidade de vida muito melhor depois da realização constante de exercícios físicos orientados pro profissionais aqui na academia. Todos passam por uma avaliação com médicos e começam a se exercitar. Muitos dizem que tiverem melhorias de quadros de dor, principalmente na coluna regiões lombar e cervical. A Metra realiza um Programa de Qualidade de Vida com a participação de profissionais na área de Nutrição, Fisioterapia, Medicina, Enfermagem e isso não só reflete na melhoria da produtividade dos funcionários, mas também na vida pessoal deles e em suas famílias” – declara Fernanda.
A fisioterapeuta Iara de Melo Real desenvolve um trabalho especial para funcionários da área de transporte dento da Metra.
Ela diz que o foco é a prevenção, mas em muitos casos, as pessoas já vê com problemas, que não se limitam às dores.
“Fazemos atendimentos em grupo e individualizados. Apesar de nosso trabalho ser voltado para a área de fisioterapia e ginástica laboral, ele reflete no lado psicológico também. Muita gente, além de ter as dores físicas aliviadas, também consegue combater o stress, a ansiedade, a tensão. Aliás, muitas dores têm nestes problemas suas causas. Dirigir um ônibus é lidar com vidas. O trânsito, mesmo a Metra operando em corredor, o dinamismo, o dia a dia com diversos tipos de pessoas, já que os passageiros são os mais variados possíveis, causam uma tensão, que contrai de certa forma a musculatura e pode provocar dores. Mas há movimentos e posturas que podem corrigir essa contração e melhorar a qualidade de vida” – explica a fisioterapeuta que já trabalhou em diversas outras empresas de diversos ramos, inclusive de comunicação.

Ana Lúcia Vicente, que trabalha em bilheteria dos terminais, vê que a o caminho para o mercado de transportes em empresas modernas é de igualdade entre homens e mulheres e disse que saiu renovada re maravilhada do dia especial para as mulheres promovido pela empresa. Foto: Adamo Bazani.

NOVA REALIDADE DE TRANSPORTE:

É consenso. Ser motorista hoje em dia não é apenas dirigir um ônibus. A sociedade está mais moderna, os relacionamentos evoluíram e o passageiro têm a consciência que não é apenas um número na catraca, mas é um cliente. E é assim que deve ser tratado.
Mas para isso, a mão de obra, os motoristas e demais funcionários da empresa de transporte, deve ser qualificada dentro destes conceitos modernos de transportes.
Leslie Tejori é analista de treinamento da Metra e diz que esse é o foco principal dos trabalhos da empresa para esta área.
“De acordo com o novo contexto e a nova realidade dos transportes, buscamos a excelência no atendimento ao cliente, o passageiro. Nosso desafio é reeducar o profissional de transporte. Ele já vem com um determinado perfil e mostramos a ele essa dinâmica atual do mercado, atualizando-o. Hoje o motorista atende o passageiro, o recebe, informa e a cortesia é fundamental.” – explica.
E como as comemorações eram para as mulheres, Leslie traçou um perfil da profissional feminina do setor.
“A mulher tem empatia, flexibilidade, educação, auto controle. Realmente a mulher é preciosa em qualquer ambiente.” – comenta.
Uma inovação na Metra, que Leslie revelou, é o treinamento para o retorno de férias específico para os condutores.
“Com isso, ao chegar das férias, o motorista não vai direto ao trabalho. Ele fica um dia se inteirando das novidades da empresa, do setor, se atualizando e volta estimulado ao serviço em seguida, o que reflete num bom atendimento” – complementou Leslie.
A direção da Metra é feminina. A empresa é gerida por Maria Beatriz Setti Braga que foi citada várias vezes pelas funcionárias como exemplo de que as mulheres são líderes naturais.
Em relação às perspectivas do setor com o crescimento das mulheres ocupando cada vez mais “os bancos dos motoristas”, a gerente de Recursos Humanos da Metra, Cistina Hernandes, resume bem o futuro dos transportes passageiros:
“A mulher humaniza o setor de transportes”-
Adamo Bazani, jornalista da rádio CBN e especializado em transportes

6 comentários em HOMENAGEM ESPECIAL PARA AS RAINHAS DOS TRANSPORTES

  1. Rodrigo de Freitas Andrade // 14 de março de 2011 às 17:04 // Responder

    Linda reportagem caro Adamo!
    Em meio a tantos acontecimentos ruins no tranporte que nos chateam tanto, enfim, um momento de descontração e homenagem as mulheres.
    Realmente a última frase desta reportagem sintetiza bem a presença feminina nesta area de tranportes.
    Eu gostaria de deixar minha homenagem as mulheres que trabalharam nos setores administrativos da Himalaia Transportes e que hoje estão meio sem rumo, sem saber ao certo qual será o futuro do emprego delas, em especial um forte abraço a Danny.
    Tenham fé meninas que aqueles honestos serão um dia reconhecidos e que Deus abrirá novas portas pra vcs caso realmente acabe a Himalaia, que tanto vem sendo dilapidada.
    Deus ilumine vcs!

  2. Amigo Adamo

    Felizmente as mulheres estão dominando muitas areas, mostrando ser competentes, e absolutas. A própria Dona Beatriz Setti Braga, pessoa na qual admiro muito pois ela tem um contraste interessante, eu considero como a” DAMA FORTE DO TRANSPORTE DO ABC”, mas também uma pessoa simpática, alegre e doce. Uma coisa é certa: Se a qualidade do transporte é nota 10 no GRUPO ABC, é porque a sensibilidade feminina influenciou e muito a qualidade e noto que as empresas de ponta tem notado esta sensibilidade.
    Mais uma vez, parabéns ao GRUPO ABC na qual sou fã incondicional, embora sou imparcial nas minhas opiniões, mas em se falando em melhor empresa de transportes, é incontestável e merece muitas homenagens, pois é uma empresa HUMANA, um exemplo a ser seguido por outras empresas inclusive de São Paulo.

    Parabéns ao dia da mulher, e parabéns à todas as mulheres.

    • Amigos Adamo e Galesi, boa tarde.
      Desejo que estejam bem !
      Uma confidência, estou triste, pois o Adamo não responde meus e mails.
      À margem da risonha assertiva acima, pois, tenho ciência de que a rotina do Adamo não é fácil, faço coro com os elogios às mulheres, não só nos transportes, como nas demais áreas profissionais; é profissional competente e ser humano, na acepção da palavra, mulher ou homem, merece reconhecimento e valorização.
      Recordo-me de uma rápida viagem de trabalho que, fiz à Sampa; aguardando o embarque de volta à Jundiaí, eis que encosta o velho CMA e sua melodia, em forma de ronco, e, ao acionar o manete e cortar o motor, abre-se a porta e desce UMA MOTORISTA. Para mim, não era a primeira vez, mas sim, a primeira vez na COMETA. Cumpridas as formalidades, saímos no Tietê, pegamos a luminosa marginal, era noite e as lanternas dos carros, imprimiam um colorido lindo, A MOTORISTA desenvolveu velocidade, alguns errinhos pelo caminho, como todo SER HUMANO, e ao final, quando desembarquei, lhe dirigi, UM PARABÉNS, e ela retribui-me com um CONTENTE SORRISO de agradecimento.
      PARABÉNS PARA ELAS.
      AH PROPÓSITO, BELAS MULHERES ESTAS QUE TRABALHAM NA METRA !
      Abraços.

  3. Paulo Roberto Bellini // 14 de março de 2011 às 23:16 // Responder

    Tinha que ser a Metra mesmo! O resultado de toda essa valorização se vê na operação do dia-a-dia! Metra: empresa modelo! Exceção à essa lama que é o setor de transporte! Que continue por muitos e muitos anos, parabéns Metra!

  4. Marcos Paulo Foresti // 16 de março de 2011 às 00:23 // Responder

    Muito importante a preocupação com a saúde física e mental dos funcionários, isso demonstra o quanto o funcionário é importante para a empresa.
    Parabéns a todas as mulheres que participaram do evento, e principalmente as que fizeram o mesmo acontecer.

  5. só poderia ser a metra mesmo!!!!
    parabens as minhas amigas de trabalho….
    orgulho de trabalhar aqui…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: