Alunos e professores de São Paulo ainda podem solicitar o Passe Livre Escolar e Meia Tarifa da EMTU

Formulários devem ser preenchidos no portal da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos

ARTHUR FERRARI

Na volta às aulas alunos e professores que ainda não possuem o Passe Livre Escolar ou o Meia Tarifa dos ônibus metropolitanos gerenciados pela EMTU já podem fazer a solicitação.

De acordo com a empresa, o Passe Livre Escolar isenta alunos do ensino regular, técnico ou superior do pagamento da tarifa para o deslocamento intermunicipal entre a residência e a escola. Conforme prevê a legislação em vigor, o solicitante deve ter renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, ou ser integrante de bolsas como FIES, PROUNI, cotas sociais, bem como estudantes do ensino fundamental e técnico de escolas públicas, desde que estudem em escolas localizadas em municípios diferentes de onde residem.

Os estudantes que não tem direito à gratuidade total ainda podem solicitar a Meia Tarifa, que oferece desconto de 50% no pagamento da passagem.

Já os professores podem requisitar a Meia Tarifa se derem aula no município onde não residem.

Basta preencher os formulários de solicitação no portal da EMTU e seguir com o processo.

Confira como solicitar o Passe Livre Escolar e a Meia Tarifa:

Para solicitar, o passageiro deverá acessar a opção Passe Escolar no site da EMTU, selecionar a opção “Estudantes e Professores” e clicar na região metropolitana onde a instituição de ensino está situada.

Após selecionar a opção “Solicite seu benefício” no canto esquerdo da tela, o interessado fará o preenchimento do formulário, envio de documentos digitalizados, impressão e pagamento da taxa do boleto no valor correspondente a sete tarifas-piso. A liberação do benefício dependerá da análise e aprovação da documentação e do trajeto realizado.

É importante que o estudante ou professor leia atentamente o regulamento do Passe Escolar disponível no portal e verifique se possui todos os documentos exigidos pela legislação. Se o processo for feito corretamente, o benefício é liberado em até 10 dias úteis. Caso haja alguma pendência, é possível efetuar a regularização pelo próprio site, enviando a documentação correta, porém o prazo de 10 dia úteis reiniciará a partir da data da regularização – a situação da solicitação pode ser acompanhada pelo site.

Desde o início de 2022, a EMTU passou a não enviar mais os cartões para a instituição de ensino. Após o aviso de liberação do benefício no site da EMTU, o titular deve solicitar seu cartão TOP pelo aplicativo TOP, disponível para Android e IOS, ou em um dos mais de 80 pontos físicos disponibilizados para emissão do cartão que podem ser conferidos no site Bora de TOP. Esse mesmo processo de solicitação de benefício é válido para quem tinha o cartão BOM Escolar em 2021 e que passará a usar o TOP Escolar.

No caso do Meia Tarifa, após o aviso de liberação do benefício no site da EMTU e de posse do seu cartão TOP, o beneficiário já pode recarregar seus créditos. Os beneficiários do Passe Livre deverão seguir o seguinte procedimento: após o aviso de liberação do benefício no site e com o cartão TOP em mãos, é preciso encostá-lo em um dos validadores on-line do TOP presentes nos terminais para validar e utilizar o benefício.

Nas outras regiões metropolitanas o procedimento permanece como nos anos anteriores.

Arthur Ferrari, para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta