Confira as principais dúvidas sobre a transição da Sancetur em São Vicente a partir do dia 1º

Saiba tudo sobre cartões, tarifas, gratuidade e itinerário dos ônibus

ALEXANDRE PELEGI

Como noticiou o Diário do Transporte nessa segunda-feira, 25 de julho de 2022, a prefeitura de São Vicente, no litoral de São Paulo, confirmou de forma oficial o início das operações da empresa Sancetur à frente dos transportes coletivos municipais a partir desta segunda-feira,  1º de agosto. Relembre: Prefeitura de São Vicente (SP) confirma início da Sancetur em 1º de agosto

A contratação da empresa de ônibus ocorreu em 21 de julho para entrar no lugar da Otrantur, que teve o contrato rompido em 1º de julho por prestação inadequada dos serviços.

O acordo prevê a disponibilidade de 70 veículos para o transporte coletivo, sendo mais cinco de reserva. Além disso, as 16 linhas que estão ativas na Cidade serão mantidas.

Saiba o que muda e o que permanece na transição da nova empresa:

Cartão – Será possível utilizar o antigo cartão, SV CARD, até o dia 21 de agosto (cerca de 15 dias úteis). Caso o usuário não utilize até essa data, o saldo será expirado, sem a possibilidade de estorno.

A Prefeitura orienta que, caso o portador se sinta lesado, ele deve procurar vias legais, entrando em contato com a Defensoria Pública, Procon, OAB ou advogado particular.

Tarifa – A tarifa será mantida em R$ 3,95 para que a população, que já sofreu com o mau serviço por quase três anos, não seja onerada.

Gratuidade e meia tarifa:

A Sancetur garante gratuidade prevista em leis federal e municipal (Lei Complementar 925/18).

– Idosos maiores de 65 anos (lei federal) sem restrições. É necessário apresentar documento original com foto;

– 60 anos (lei municipal) e pessoas com deficiência (PCD) terão direito à utilização, sem custos, de dois créditos diários. É necessário apresentar documento original com foto (durante 21 dias).

– Estudantes da rede pública de ensino, escolas particulares e cursos oficiais terão direito à concessão de passe escolar ao custo de 50% do valor da tarifa.

Trajeto e itinerário – Neste momento de contrato emergencial, as mesmas 16 linhas que já estavam em circulação no contrato com a Otrantur serão mantidas. São elas:

103 – Vila Margarida

104 – Vila Margarida

105 – Náutica III

107 – Tancredo

108 – Tancredo

110 – Jockey

112 – Náutica III

115 – Ilha Porchat

201 – Vila Ema

202 P – Gleba II

202 T – Gleba II

203 P – Pq. Continental

203 T – Pq. Continental

204 P – Humaitá

204 T – Humaitá

205 – Japuí

 

A Prefeitura reforça que está realizando um novo estudo sobre o transporte público, e estima que a conclusão dessa etapa é de aproximadamente 120 dias. Os dados obtidos resultarão em um diagnóstico de oferta e demanda do Município, pautando os moldes de uma nova contratação.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Renato Marques disse:

    Frota com inicio em 2015…muito tempo de uso, principalmente no Rio de Janeiro…mas decorrido o tempo de contrato, a PMSV devera adotar providencias para ônibus zero..

  2. Sergio frança da cunha disse:

    Os abrigos de ônibus vão ser colocados quando…os usuários estão estão sofrendo muito com sol e chuva

  3. Sandra Veloso de Aguiar disse:

    Sandra veloso e ai prefeito que nao e tao amado assim muita mentira ,que feio em as camas do hospital vicentino nao sao eletricas,falta tudo pessoal nao tem exames e tudo fora ,nao tem cozinha comida vem do crei,mas a maior enganacao e com os funcionarios e os parentes nao tem conducao para hospital ,para chegar nele tem que descer na antonio merick descer em frente quartel,ou ita descer 9 quadras para chegar na hora para troca de plantao e visita dos parentes se vier de veelet descer no carrefour e ir andado ate linha vermelha 1,98% de aumento o sr deveriacom vereadores dar carona para este seus funcionarios abenegados que vem com sacrificio trabalhar .troque com eles para experimentar a linha que o sr colocou nao favorece os funcionarios que moram aqui na cidade,quem sabe os que vem de outros municipios e as pessoas que moram na area continental .Toma vergonha prefeito faca as coisas direita o sr nao e bem amado.

  4. Maria Zenite Notário disse:

    Boa noite minha dúvida é que tenho 64 anos e tenho o cartão da Otrantur e tenho 2 passagens por dia continua o mesmo cartão ou perde o valor?
    Meu nome e Maria Zenite Notário moro no PARQUE Continental.

    Atenciosamente
    Maria Zenite

  5. marvia disse:

    Errado sobre os cartões transporte, quer dizer que a pessoa perde tudo o que tem.? Tenho muitas passagens no cartão o que eu faço? Quase 700.00

  6. Selma disse:

    Boa noite vai ter horário fixo, etinerario correto? Somente é possível passar 4 passagens diárias?

  7. Carlos augusto de souza disse:

    Ate quando vai valer a carteirinha ou quando posso tirar outra carlos augusto ……humaita

  8. Fabiana pereira disse:

    Diz sobre os idosos e os deficientes como vão usar essa linha sem saber um posto pra fazer as carteirinhas

  9. TADEO DE CAMPOS disse:

    TAVA. NA. HORA. DO. VICENTINO. TER. UMA. CONDUÇÃO. DIGUINA. DO. SER. HUMANO

Deixe uma resposta