Sistema de bilhetagem nos ônibus de Campinas é 100% digital

Com o uso da tecnologia, usuários conseguem acessar todos os serviços da Transurc, via smartphone, computador ou pelos totens de autoatendimento instalados nos terminais

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), entidade responsável pela bilhetagem eletrônica na cidade, oferece aos usuários de ônibus toda a facilidade de um serviço digital. A cidade está entre as primeiras do País a oferecer um atendimento digital no transporte coletivo.

É possível aos Clientes, comprar as passagens para o Vale-Transporte de seus funcionários por meio do site da associação – http://www.transurc.com.br, e o pagamento pode inclusive ser feito por PIX, uma forma de pagamento rápido, criada pelo Banco Central, usada a partir de uma conta bancária.

Com o seu próprio smartphone o usuário paga a passagem nos ônibus, por meio do aplicativo Transurc Smart, lançado em 2018 para pagamento com cartão de crédito. O usuário recarrega seu Bilhete Único Comum ou compra o QR Code e, após a compra pelo app, o saldo é atualizado assim que o cartão é passado pelo validador.

Além destas facilidades para pagar a passagem, o usuário ainda pode usufruir de toda a praticidade dos totens de autoatendimento (ATMs) instalados nos terminais de ônibus da cidade, onde o pagamento pode ser feito por meio de cartão de crédito ou débito. A novidade começou a ser implantada em 2020, ano que iniciou a pandemia da Covid-19, e reduziu muito as filas e aglomerações nos guichês de atendimento da Transurc, nos terminais de ônibus.

O sistema digital também oferece uma prestação de serviços mais ágil para os usuários, por meio do Transurc Serviços, que pode ser acessado pelo computador (www.transurc.com.br) ou pelo smartphone, onde o usuário consegue fazer o cadastro para o cartão idoso ou vale-transporte, verificar o saldo e cancelar o cartão em caso de perda ou roubo e ainda consultar os pontos de recarga mais próximos. Além disso, o cadastro para o passe escolar e universitário é realizado totalmente on-line, pelo site.

Tais novidades com o uso da tecnologia e a importante parceria com a PRODATA Mobility Brasil têm contribuído muito para melhorar o dia a dia da população.

Fim do dinheiro nos ônibus

Campinas está entre as primeiras cidades do País a deixar de receber o pagamento de passagens em dinheiro, dentro dos ônibus. A mudança iniciou em 2015 e foi totalmente implantada a partir de janeiro de 2019 e alavancou o uso dos meios digitais.

O pagamento das passagens só pode ser feito atualmente, com o QR Code ou com algum dos cartões da família Bilhete Único – Vale-Transporte, Comum, Escolar, Universitário, Idoso, Gratuito ou Especial.

Cerca de 99% dos usuários de ônibus da cidade utilizam o Bilhete Único por conta das vantagens que ele oferece. Com o cartão comum, a passagem custa R$ 5,15, ao passo que no pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 5,60. Além disso, o BU proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa. Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é cobrada uma taxa de R$ 0,45. O benefício é válido para todos os dias da semana.

Outra vantagem é a segurança dos motoristas e passageiros, pois, com o fim do uso do dinheiro para embarque não existem mais os assaltos aos coletivos. O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta