Tarifas do transporte urbano e rodoviário da Grande Florianópolis aumentarão cerca de 15% em 30 dias

Jotur - Auto Ônibus e Turismo Josefense. Foto: Henrique Moreira Rodrigues/Ônibus Brasil

Revisão atende a Termo de Acordo assinado entre a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e o Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC)

ALEXANDRE PELEGI

O valor das passagens de ônibus para empresas que operam linhas urbanas e rodoviárias na Grande Florianópolis vai subir em 30 dias.

Resoluções da Aresc – Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina, publicadas no Diário Oficial do Estado nessa quarta-feira, 15 de junho de 2022, autorizaram a aplicação da revisão nas tarifas dos ônibus urbanos e rodoviários da região.

A Agência explica que a decisão decorre de Termo de Acordo entre a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e o Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC), no âmbito de uma Ação Civil Pública, ao qual aderiram os operadores do Transporte Público.

Este acordo engloba 92 empresas de ônibus de todo o estado, e prorrogou por 36 meses a operação das linhas das atuais empresas até a realização das licitações de concessão.

As resoluções publicadas nessa quarta (16) valem apenas para as empresas que operam na Grande Florianópolis: Transporte Coletivo Estrela Ltda, Rodoviária Santa Terezinha Ltda, Biguaçu – Transportes Coletivos, Administração e Participações – Ltda, Jotur Auto Ônibus e Turismo Josefense Ltda, Jotur Auto Ônibus e Turismo Palhocense Ltda e Auto Viação Imperatriz Ltda.

O índice de revisão para o transporte urbano é de 15,54%, e para o serviço rodoviário de 14,91%.

Na aplicação do índice de reajuste os valores tarifários serão arredondados.

As resoluções determinam ainda que, em regiões conurbadas, como é o caso da Grande Florianópolis, não haverá diferenças tarifárias:

“Não será admitida, em regiões conurbadas, valores distintos para o mesmo patamar, adotando-se, neste caso, o maior valor calculado para as diferentes operadoras da região”, diz a Aresc.

Leia as Resoluções na íntegra:


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta