Empresa que atende transporte coletivo em Cantagalo (RJ) decide paralisar serviços na cidade

Foto: Pedro Vinicius/Ônibus Brasil

Transportes São José citou como motivos os altos custos de operação, a defasagem tarifária e o excesso de gratuidades

ALEXANDRE PELEGI

Cantagalo, município da região serrana do Rio de Janeiro, pode ficar sem transporte público já neste sábado, 18 de junho de 2022.

A Trans Turismo São José, empresa que assumiu os serviços de transporte na cidade em janeiro deste ano, divulgou nas redes sociais nesta sexta-feira (17) que paralisará o atendimento.

Em comunicado, a empresa justificou a decisão: “Por altos custos de operação, tarifa defasada, alto índice de gratuidade, entre outros motivos, estaremos paralisando nossas operações no município”.

Apesar da decisão, a São José diz aguardar o repasse da Prefeitura para que possa retomar o atendimento na segunda-feira (20).

Caso a prefeitura não resolva a situação, a empresa informou que a paralisação será em caráter definitivo.

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura de Cantagalo fechou contrato com a Trans Turismo São José após duas tentativas de contratar os serviços.

Após seguidos processos de chamamento público, o Município finalmente definiu o credenciamento emergencial para permissão, a título precário, da exploração do serviço público de transporte coletivo urbano no município.

O processo licitatório foi definido em 16 de dezembro de 2021, conforme Ata publicada no site da prefeitura.

Relembre: Nova empresa assume transporte em Cantagalo (RJ) após rompimento do contrato com antiga concessionária

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta