Obras de duplicação na estrada do M’Boi Mirim começam nesta quinta (09)

Trabalhos serão feitos em três lotes. Foto: Reprodução / Google Street View.

Trabalhos são feitos pela Prefeitura de São Paulo e pelo Governo do Estado

JESSICA MARQUES

As obras de duplicação na estrada do M’Boi Mirim começaram nesta quinta-feira, 09 de junho de 2022.

A antiga SP 214 liga a zona sul da capital paulista à cidade de Itapecerica da Serra.

Os trabalhos começaram com a derrubada de um muro, feita pela Prefeitura de São Paulo.

O investimento será de R$ 339 milhões e as obras serão realizadas em 8,1 quilômetros da via.

Os trabalhos serão feitos pela Prefeitura de São Paulo e pelo Governo do Estado.

Os trabalhos na Estrada serão executados pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Logística e Transportes

A M´Boi é umas das antigas rodovias estaduais que se estendem pela capital.

LOTES

Os três lotes que compreendem a obra são:

– Entre o Terminal Jardim Ângela e a av. dos Funcionários Públicos, com extensão de 5,1 quilômetros de alargamentos e recuperação de pista, na capital;

– Entre a av. dos Funcionários Públicos e a rua Humberto Marçal, com extensão de 1,2 quilômetros, na capital;

– E entre a rua Humberto Marçal, no km 31 e a Estrada do Crispim, no km 32,8 da SP 214, com extensão de 1,8 quilômetro, no município de Itapecerica da Serra.

As obras de duplicação contemplam ainda os trabalhos de recuperação da pista, implantação de baias para parada de ônibus, lombofaixas para pedestres e restauração do sistema de sinalização.

SOBRE A ESTRADA

“É uma das mais longas avenidas de São Paulo, por ondem passam 10,8 mil motoristas por dia. É uma obra de extrema importância de mobilidade e de logística que vai trazer mais desenvolvimento, mais mobilidade e mais estrutura para a região”, afirmou o secretário de Estado de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, em nota

As obras, divididas em três lotes, têm previsão de conclusão de 48 meses. “Em toda a região temos uma população de 1,2 milhão de habitantes. Números que comprovam a importância dessa obra, que amplia a capacidade de tráfego da via e traz mais segurança para a população”, conclui o superintendente do DER, Edson Caram.

Para o secretário estadual de Governo, Marcos Penido, além do benefício de mobilidade, o alargamento da via irá gerar emprego e renda para quem mora na zona sul. “Apesar de ser uma estrada estadual, o projeto de reforma foi feito pelo Estado e pela Prefeitura que estabeleceu algumas condições para beneficiar o transporte público. Com a nova M’ Boi Mirim, os ônibus terão mais agilidade e a população mais qualidade de vida”, disse Penido.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Silas disse:

    Boa tarde,moro na região e até o momento oque existe é apenas publicidade obra que é bom nada !!!

  2. Francisco Batista de Lima disse:

    NO COMENTÁRIO DO SECRETÁRIO DE OBRAS ELE RELATA QUE É DE SUMA IMPORTÂNCIA A DUPLICAÇÃO DA M’ BOI MIRIM , MAS DESDE O GOVERNO DE JOÃO DÓRIA QUE SE FALAVA NESTA DUPLICAÇÃO O QUE NÃO ACONTECEU, SERÁ QUE AGORA SAÍ MESMO, INCLUSIVE NAS ENTREVISTAS DELE. JÁ TINHA DUZENTOS MILHÕES PARA ESTE FIM. REALMENTE ESTA OBRA JÁ ERA PARA ESTÁ PRONTA, POIS A MUITO
    TEMPO QUE 9S MORADORES DE TODA ESSA REGIÃO SOFRE COM O DESCASO DAS AUTORIDADES QUE SÓ LEMBRA DA GENTE NO PERIÓDO ELEITORAL, ESPERO QUE DESTA VEZ SEJA DE VERDADE. QUEM VIVER ATÉ LÁ VERÁ

Deixe uma resposta