CPTM abre licitação para compra de câmeras corporais de segurança

Segurança do Metrô de SP utiliza câmera corporal. Foto: Governo do Estado de SP

Câmeras acopladas aos uniformes servem para aprimorar o atendimento, prevenção e coibição de ocorrências públicas

ALEXANDRE PELEGI

Os agentes de segurança da CPTM passarão a utilizar câmeras acopladas aos uniformes para aprimorar o atendimento, prevenção e coibição de ocorrências públicas.

Esse tipo de equipamento, também chamado de BodyCam, já é utilizado por agentes do Metrô de SP e da ViaQuatro e ViaMobilidades, nas linhas 4 e 5 respectivamente.

Um aviso de licitação publicado nesta terça-feira, 31 de maio de 2022, pela Companhia de Trens, anuncia Pregão Eletrônico para o fornecimento de Câmeras Corporais de Segurança e Docking Stations.

De acordo com nota da Companhia, serão adquiridas 160 câmeras e 12 estações para o download de imagens. “O orçamento, conforme previsto em edital, é sigiloso nesta fase do processo, a fim de incentivar a disputa entre os licitantes”, diz a CPTM ,citando a legislação vigente e o Regulamento de Licitações da estatal.

O uso será destinado exclusivamente às equipes de segurança próprias da CPTM“, informa a nota oficial.

A Sessão Pública está prevista para 13 de junho de 2022 às 09:00 horas, com o início do prazo para envio da proposta eletrônica a partir desta quarta-feira (01).

O equipamento unido ao corpo do agente permite registrar todas as abordagens, fiscalizações, buscas, varreduras, acidentes e demais interações com o público são registradas.

A depender do equipamento, o agente de segurança pode ter sua posição rastreada e informada com exatidão a outras equipes em casos de necessidade de reforço.

A estação (dock) individual é utilizada para alimentação da câmera e conexão com o computador.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta