Trens voltam a circular em Magé (RJ) após retirada de asfalto nos trilhos que tinha sido colocado pela prefeitura

Serviços ficaram interrompidos por uma hora e os próprios moradores retiraram material indevido dos trilhos

WILLIAN MOREIRA

O atendimento aos passageiros pelos trens da SuperVia na cidade de Magé, no Rio de Janeiro, foi prejudicado na tarde desta segunda-feira, 16 de maio de 2022, após um erro da prefeitura.

Durante a operação tapa-buraco, uma parte dos trilhos que cruzam uma rua foi indevidamente asfaltado, impedindo a passagem dos trens.

A extensão operacional de Guapimirim ficou interrompida entre 15h até 16h30, tempo necessário para funcionários da concessionária remover os detritos, moradores começaram a retirar o asfalto.

Nas redes sociais vídeos mostram o erro realizado pela prefeitura. Segundo a administração de Magé, o trabalhador que colocou o asfalto foi afastado de suas funções.

O Diário do Transporte perguntou a SuperVia que informou que este tipo de ação coloca um grave risco na operação dos trens.

Leia a nota a seguir na íntegra.

”Das 15h às 16h30 desta segunda-feira (16/05), a SuperVia precisou interromper a circulação dos trens na extensão Guapimirim devido à instalação indevida de uma camada de asfalto sobre a linha férrea nas proximidades da estação Suruí. A operação está normalizada.

Tão logo soube do fato, uma equipe da concessionária foi ao local para a retirada do material e liberação da via, mas os próprios moradores da região já haviam retirado o asfalto. A equipe da SuperVia fez a vistoria do local e liberou a circulação. A SuperVia considera o asfaltamento da linha férrea um grave risco à operação dos trens e, consequentemente, à integridade de clientes e colaboradores, além de impactar negativamente na operação com a necessidade de paralisação temporária das viagens.”

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta