Taxistas de São Paulo devem atualizar taxímetro com novas tarifas até o dia 20 de maio, diz Ipem-SP

Reajustes entraram em vigor no dia 02 de abril, mas muitos motoristas ainda não ajustaram equipamentos

ADAMO BAZANI

Os taxistas da capital paulista têm até o dia 20 de maio para atualizar os taxímetros com as tarifas em vigor.

A informação é do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo).

A cidade possui quase 37 mil táxis cadastrados.

Como mostrou o Diário do Transporte, no dia 02 de abril de 2022 foi aplicado um reajuste no valor destas tarifas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/03/24/tarifas-de-taxi-sobem-na-capital-paulista-a-partir-de-02-de-abril/

Quando há este tipo de mudança, os profissionais precisam atualizar os equipamentos.

Caso o serviço não seja realizado dentro do prazo estabelecido, o táxi terá o alvará bloqueado e poderá ser apreendido.

Os serviços são feitos em oficinas autorizadas pode ser encontrada no site do Ipem-SP, cuja relação poder ser consultada no link https://www.ipem.sp.gov.br/  (Serviços/Oficina de Manutenção/Oficinas Autorizadas).

Por meio de nota, o Ipem explica os procedimentos:

Atualização do taxímetro em oficina autorizada

Primeiramente, os taxistas da cidade de São Paulo precisam comparecer a uma das oficinas autorizadas pelo Ipem-SP para realizar o serviço.  A relação de oficinas autorizadas pode ser encontrada no site do Ipem-SP, por meio do link https://www.ipem.sp.gov.br/ (Serviços/Oficina de Manutenção/Oficinas Autorizadas). Após realizar o serviço, a oficina autorizada recolhe as tabelas de conversão de tarifa que estavam sendo utilizadas pelo taxista antes do taxímetro ser atualizado com os novos valores vigentes e fixa no para-brisa do veículo uma etiqueta amarela comprovando a tarifa atualizada no taxímetro.

Verificação do taxímetro no Ipem-SP

Em seguida, será  preciso realizar o agendamento eletrônico para a verificação do taxímetro no site do Ipem-SP, na opção “Verificação de Taxímetro” (link: https://www.ipem.sp.gov.br/index.php/servicos/agendamento/taximetros) e pagar a Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 52,18. A portaria do Ipem-SP 48/2022 traz a tabela com os prazos para agendamento dos taxistas segundo a data de vencimento do alvará. As datas para a verificação do taxímetro com a mudança de tarifa variam  de acordo com o vencimento do Alvará do taxista. O serviço é realizado das 8h às 16h no Posto de Verificação de Taxímetros da Capital, na Rua Soldado Américo Rodrigues, 19, no bairro do Parque Novo Mundo.

Desrespeito de prazos gera multa e retenção do táxi
É importante ressaltar que caso a fiscalização do DTP verifique em táxis o descumprimento dos prazos, o veículo é retido e o taxista é autuado por utilizar o equipamento não aferido, infração punida com multa no valor de R$ 195,38, equivalente a uma UFM – Unidade Fiscal do Município de São Paulo, além de suspensão de 10 a 20 dias e 10 pontos no prontuário do condutor.

Novas tarifas 

Para taxistas das categorias Comum, Preto e Especial a bandeirada (valor inicial da corrida), passa de R$ 4,50 para R$ 5,50; a tarifa quilométrica (valor por quilômetro rodado) passa de R$ 2,75 para R$ 4; e a tarifa horária (quando o carro fica parado ou circula a menos de 15 km por hora) passa de R$ 33 para R$ 49. A bandeira tarifária dos táxis das categorias Comum, Comum-Rádio, Preto e Especial não era reajustada desde janeiro de 2015, portanto há mais de sete anos.

Para a categoria de Táxi Luxo, a bandeirada passa de R$ 6,75 para R$ 8,25; a tarifa quilométrica passa de R$ 4,15 para R$ 6; e a tarifa horária passa de R$ 49,50 para R$ 73,50.

Fica mantido o percentual de 30% da Bandeira 2, que é acionada das 20h às 6h da manhã de segunda a sábado e domingo o dia todo. Essa regra vale para todas as categorias.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta