CPTM assina contrato com Goal Systems para tecnologia que melhora escala de maquinistas

Ferramenta vai adequar melhor a rotina dos 1140 operadores de trens de forma mais rápida

ADAMO BAZANI

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) vai adorar uma nova ferramenta tecnológica para melhorar a escala dos maquinistas, o desempenho profissional e, com isso, também trazer ganhos na prestação de serviços aos passageiros.

Para isso, a estatal assinou contrato após um processo de licitação com a empresa espanhola de tecnologia Goal Systems.

Segundo a estatal de trens metropolitanos, o sistema pode planejar, monitorar e controlar as ações por meio de ferramenta que otimiza o uso da mão de obra dos mais de 1.140 maquinistas da companhia.

A assinatura do contrato ocorreu na última quinta-feira, 28 de abril de 2022, e a informação foi divulgada nesta segunda-feira, 02 de maio de 2022.

Além de adequar melhor a rotina dos 1140 maquinistas à condução dos trens e às outras atividades que fazem parte do trabalho, a tecnologia deve deixar a elaboração de escalas mais rápidas.

“O Sistema Gerenciador de Planejamento de Viagens e Escalas possui como diferencial o fato de integrar as principais atividades operacionais em um único local. É possível em um mesmo produto elaborar os gráficos horários contendo a programação das viagens e já alocar os maquinistas que irão realizar essas viagens. Pode ainda durante a elaboração da escala, acrescentar demais atividades para os maquinistas, como realização de exames periódicos e solicitações de trocas de folga.” – diz nota da CPTM.

Este sistema deve ser implantado em até nove meses, conforme prevê o contrato.

“A implantação deste sistema vai ao encontro do alinhamento dos objetivos estratégicos e de qualidade operacional, tornando possível para a Gerência de Circulação e Controle Operacional o aproveitamento racional do trabalho de maquinistas e demais colaboradores da operação se faz indispensável para a entrega de bons resultados na forma de viagens seguras e regulares”, disse, na mesma nota, o presidente da CPTM, Pedro Moro.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta