Rodízio municipal de veículos será suspenso na segunda (24) e terça (25) pelo Aniversário de São Paulo

Demais regras continuam, como zona Azul, fretados e horários de faixas de ônibus de acordo com os locais

ADAMO BAZANI

O rodízio municipal de veículos na capital paulista será suspenso nesta segunda-feira, 24 de janeiro de 2022, e na terça-feira (25) em razão do Aniversário de São Paulo.

A portaria suspendendo o rodízio nestes dois dias foi publicada nesta sexta-feira, 21 de janeiro de 2022.

Por causa de medidas para desestimular a circulação com o objetivo de conter o avanço da covid-19, o feriado foi antecipado, mas não haverá funcionamento das repartições públicas, o que deve diminuir nestes dias o trânsito e a demanda dos ônibus.

Assim, na segunda-feira (24) poderão circular pelo chamado minianel viário, a qualquer hora do dia, carros com placas finais 1 e 2, e, na terça-feira, os veículos com placas que terminam com 3 e 4.

Na quarta-feira (26), o rodízio volta normalmente.

Já as demais restrições, como a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF) continuam normalmente na cidade na segunda-feira.

Permanecem também normais Zona Azul e os horários de faixas e corredores de ônibus.

ÁREA DE RESTRIÇÃO:

Durante o rodízio, os veículos ficam impedidos de circular no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’Escragnolle Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

MULTA E PONTOS:

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica em infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário do motorista.

ÔNIBUS:

Nesta segunda-feira, 24 de janeiro de 2022, véspera do aniversário da cidade de São Paulo, a frota de ônibus municipais vai seguir as tabelas atuais de dias úteis.

Entretanto, na terça-feira, 25 de janeiro de 2022, dia do aniversário, os ônibus vão operar com os horários de sábado.

A informação é da SPTrans (São Paulo Transporte), que gerencia o sistema de linhas na capital paulista.

POSTOS DA SPTRANS:

Alguns postos da SPTrans também terão alterações no atendimento para serviços, por exemplo, relacionados ao Bilhete Único.

Segundo a gerenciadora, dia 24 de janeiro, véspera do aniversário de São Paulo, o atendimento será normal nos postos de venda em terminais de ônibus e no Expresso Tiradentes (das 6h às 22h), além das lojas Augusta, Jabaquara, Santana e Posto Central.

Já no dia 25, a SPTrans diz que o funcionamento será normal nos postos de atendimento localizados nos terminais de ônibus e no Expresso Tiradentes, das 6h às 22h. As lojas Augusta, Jabaquara, Santana e Posto Central estarão fechadas.

O Posto de Apoio à Mulher, localizado no mezanino do Terminal Sacomã, funcionará normalmente na segunda, 24, das 8h às 17h. O posto estará fechado na terça-feira, 25.

A SPTrans explica que um dos serviços mais procurados nos postos de atendimento é a recarga do bilhete, que pode ser realizada por meio de aplicativos. A lista com os aplicativos credenciados para a venda de crédito do Bilhete Único está disponível no site http://www.sptrans.com.br/compra-de-creditos-e-servicos/.

Após a compra dos créditos, o cartão deve ser recarregado nas máquinas automáticas ou nos validadores no interior dos ônibus.

SERVIÇO:

Frota de ônibus:

24/01/22 – Horários atuais de dias úteis

25/01/22- Horários de sábados

Postos SPTrans:

Dias 24 e 25/01

– Postos de venda e atendimento em terminais e Expresso Tiradentes – normal
– Lojas de Venda e Atendimento – normal na segunda, 24 de janeiro; fechadas na terça, 25
– Posto Central da SPTrans – normal na segunda, 24 de janeiro; fechado na terça, 25
– Posto de Apoio à Mulher – normal na segunda, 24 de janeiro; fechado na terça, 25

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta