Maceió retoma medidas restritivas contra covid-19 e determina mais ônibus nos horários de pico

Fiscalização começa nesta quarta-feira (12)

ADAMO BAZANI

Diante do crescimento de casos de covid-19 e de gripe, a prefeitura de Maceió anunciou nesta terça-feira, 11 de janeiro de 2021, a retomada de medidas restritivas, que já entram em vigor nesta quarta-feira (12).

Entre as medidas estão ampliação no número de ônibus nas linhas de maior movimento nos horários de pico; limitar a 75% da capacidade shows e eventos; ampliar a fiscalização do uso de máscaras; exigir carteira de vacinação para os artistas. “Todos que se apresentarem em Maceió precisam estar vacinados” -diz nota da prefeitura.

Motoristas de táxis e aplicativo devem usar máscara e disponibilizar álcool em gel para os passageiros.

“A responsabilidade de vencer a pandemia é de todos, por isso nós estamos construindo esses novos protocolos sanitários em conjunto com todos os setores produtivos de Maceió. Todo mundo está tendo a consciência de vencer a pandemia juntos. Então, cada um vai fazer a sua parte e nos ajudar no cumprimento e na fiscalização de todos os protocolos sanitários”, explicou, por meio de nota, o secretário-executivo do Gabinete do Prefeito, Claydson Moura.

Veja todas as medidas:

1- Fiscalização do uso de máscara;

2- Estabelecimentos devem voltar a disponibilizar o álcool 70% em todos os lugares;

3- Estabelecimentos devem ajudar a manter distanciamento social;

4- Limitar a 12 jogos de mesas ou 20 cadeiras de praia;

5- Locais deverão posicionar sinalização visível- apontando para a necessidade da obediência aos protocolos;

6- Orientar todos os funcionários para que todos usem máscara;

7- Expor em locais visíveis o selo ‘estamos todos vacinados’;

8- Manter o uso de máscara;

9- Todos os artesãos, prestadores de serviço da orla deverão usar máscara e clientes também, exceto se estiverem se alimentando;

10- Motoristas de táxis e aplicativo devem usar máscara e disponibilizar álcool em gel;

11- Permitir acesso de passageiro somente quem tiver com máscara- transporte urbano;

12- Autorizar o acesso limitado ao número de cadeiras disponíveis no salão (bares e restaurantes) pessoas deverão estar sentadas;

13- Proibir pessoas em pé e dançando nos salões nesses próximos 30 dias;

14- Exigir uso de máscara nos ambientes de trabalho (seguranças, gerentes de loja precisam ser instruídos);

15- Entregar aos cantores um texto para que orientem os clientes sobre os protocolos sanitários;

16- Eventos e shows – lotação máxima – 75% da capacidade;

17- Está proibida a venda de ingressos de forma física – tem que ser digital- sem bilheteria.

18- Ampliar o horário de entrada e aumentar os locais de acesso de ventos, para evitar aglomerações;

19- Exigência da carteira de vacinação para os artistas. Todos que se apresentarem em Maceió precisam estar vacinados;

20- Ampliação no número de ônibus nas linhas de maior movimento nos horários de pico;

21- Atendimento nos órgãos públicos – só se dará mediante uso de máscara;

22- Escolas públicas municipais e privada – pedir o cartão de vacina atualizado.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta