Cajamar e Itapevi também confirmam congelamento da tarifa de ônibus na Grande São Paulo em 2022

Ônibus em Cajamar

Cidades seguem Santo André, Cotia e Santana de Parnaíba que também definiram que não vão reajustar valor das passagens

ADAMO BAZANI

Mais dois prefeitos da Grande São Paulo definiram que não vão reajustar as tarifas de ônibus: Cajamar e Itapevi.

Em redes sociais, o prefeito de Itapevi, Igor Soares, disse que 2022 é o terceiro ano consecutivo sem aumento

“Inflação e custo de vida nas alturas… Com o atual cenário, é impraticável aumento da tarifa de ônibus. Diante disso, não autorizamos o reajuste pelo terceiro ano. Além disso, está em processo de licitação para nova concessão do transporte por ônibus na cidade, com veículos novos, com ar-condicionado, wi-fi, entrada de USB para carregar celular, câmeras de monitoramento e APP para saber em tempo real onde está o ônibus. E ainda novas linhas e mais veículos para atender a crescente demanda da cidade.”

Em Itapevi, os serviços são prestados pela BBTT – Benfica Transporte e Turismo e a tarifa é de R$ 4,50.

Em Cajamar, o prefeito Danilo Joan disse em redes sociais que a cidade também ficará pelo terceiro ano consecutivo sem aumento.

“Somos a única gestão da história de Cajamar que proíbe pelo terceiro ano consecutivo o aumento das tarifas de ônibus municipais! Sabemos o quanto este serviço ainda precisa evoluir em nosso município e já cobramos da empresa responsável as melhorias necessárias. Aguardem que em 2022 teremos novidades para você que utiliza o transporte coletivo em Cajamar!”

Na cidade de Cajamar, o serviço é operado pela Auto Viação Urubupungá e a tarifa é de R$ 4,60.

Com isso, as duas cidades seguem Santo André, Cotia e Santana do Parnaíba que também definiram que não vão reajustar valor das passagens na Grande São Paulo no ano de 2022.

A capital paulista, Carapicuíba e Osasco aguardam uma eventual aprovação de um auxílio federal, esperado para ocorrer em fevereiro, para definição de congelamento ou reajuste.

São Caetano do Sul vai esperar a transição de governo municipal para definir se aumenta ou não.

JÁ DECIDIRAM PELO AUMENTO:

São Bernardo do Campo:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,75 para R$ 5,10

Diadema:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,65 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Cartão SOU+Diadema: mantido em R$ 4,25

Vale-Transporte: R$ 6

Mauá:

29 de janeiro de 2022

De R$ 4,30 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Cartão SIM: Redução de R$ 4,30 para R$ 4,20

Vale-Transporte: R$ 6

Mogi das Cruzes:

09 de janeiro de 2022

De R$ 4,50 para R$ 5

Guarulhos:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,45 para R$ 4,90 para quem usa o cartão do sistema

De R$ 4,70 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Vale-Transporte: R$ 5,50

Francisco Morato:

03 de janeiro de 2022

De R$ 4,60 para R$ 4,90

Itapecerica da Serra:

03 de janeiro de 2022

De R$ 3,75 para R$ 4,50

Franco da Rocha:

1º de janeiro de 2022

R$ 4,80 para R$ 5

Caieiras:

1º de janeiro de 2022

R$ 4,80 para R$ 5

Itaquaquecetuba:

28 de novembro de 2021

R$ 4,40 para R$ 5

NÃO AUMENTAM:

Santo André:

R$ 4,75

Cotia:

R$ 4,50

Santana de Parnaíba:

R$ 4,50

VÃO ESPERAR VOTAÇÃO DE AUXÍLIO FEDERAL:

São Paulo:

R$ 4,40

Osasco:

R$ 4,50

Carapicuíba:

R$ 4,50

As demais cidades ainda vão definir.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta