Santana de Parnaíba, na GSP, mantém tarifa de ônibus em R$ 4,50 para o ano de 2022

Decisão foi publicada em diário oficial

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, decidiu manter a tarifa de ônibus em R$ 4,50.

A medida está no decreto 4.702, assinado pelo prefeito Antonio Marcos Batista Pereira e publicado no Diário Oficial da cidade nesta terça-feira, 04 de janeiro de 2022.

Os serviços são prestados pelas Viações Osasco e Urubupungá.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população estimada de Santana de Parnaíba é de 145 mil pessoas.

A cidade se torna mais uma da Grande São Paulo que decidiu não reajustar o valor da passagem de ônibus, ao lado, por exemplo de Santo André e Cotia.

São Caetano do Sul vai esperar a transição de governo municipal para definir se aumenta ou não. A capital paulista e Osasco aguardam uma eventual aprovação de um auxílio federal, que deve ocorrer em fevereiro, para definição de congelamento ou reajuste.

Já decidiram pelo aumento:

São Bernardo do Campo:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,75 para R$ 5,10

Diadema:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,65 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Cartão SOU+Diadema: mantido em R$ 4,25

Vale-Transporte: R$ 6

Mauá:

29 de janeiro de 2022

De R$ 4,30 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Cartão SIM: Redução de R$ 4,30 para R$ 4,20

Vale-Transporte: R$ 6

Mogi das Cruzes:

09 de janeiro de 2022

De R$ 4,50 para R$ 5

Guarulhos:

02 de janeiro de 2022

De R$ 4,45 para R$ 4,90 para quem usa o cartão do sistema

De R$ 4,70 para R$ 5 (pagamento em dinheiro)

Vale-Transporte: R$ 5,50

Francisco Morato:

03 de janeiro de 2022

De R$ 4,60 para R$ 4,90

Itapecerica da Serra:

03 de janeiro de 2022

De R$ 3,75 para R$ 4,50

Franco da Rocha:

1º de janeiro de 2022

R$ 4,80 para R$ 5

Caieiras:

1º de janeiro de 2022

R$ 4,80 para R$ 5

Itaquaquecetuba:

28 de novembro de 2021

R$ 4,40 para R$ 5

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta