Cetesb concede licença ambiental prévia para implantação de corredor de ônibus entre Arujá e Itaquaquecetuba

Foto: Matheus Ferreira de Campos / Ônibus Brasil

Trecho faz parte do BRT Metropolitano Alto Tietê que atenderá as cidades de Arujá, Poá, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos e é uma antiga promessa do Governo do Estado

ALEXANDRE PELEGI

A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) concedeu para o DER/SP (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo) a Licença Ambiental Prévia (LAP) para as obras de duplicação, melhorias e implantação de corredor de ônibus entre os municípios de Arujá e Itaquaquecetuba, localizado na rodovia SP-056.

O anúncio da Licença, que tem validade de cinco anos, foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 04 de janeiro de 2022.

A LAP é a primeira etapa do licenciamento. A Cetesb avalia a localização e a concepção do empreendimento e atesta sua viabilidade ambiental, além de estabelecer requisitos básicos para as próximas fases.

Como mostrou o Diário do Transporte, em outubro de 2020 O DER/SP publicou aviso de licitação para desapropriações relacionadas a obras viárias na região do Alto Tietê, entre as quais a implantação do trecho do corredor de ônibus entre Arujá e Itaquaquecetuba. rELEMBRE:

DER abre licitação relacionada à implantação de corredor de ônibus entre Arujá e Itaquaquecetuba

A concorrência, na modalidade pregão eletrônico, tinha o objetivo de selecionar uma empresa para cadastrar e avaliar imóveis que serão desapropriados para as intervenções e não das obras em si.

Entre as obras inseridas na área destes imóveis, segundo a publicação oficial, estão:

– recuperação da pista e dos acostamentos entre o km 30,70 e a ponte sobre o Rio Tietê;

– complementação da duplicação entre a Ponte sobre o Rio Tietê e o km 43,00;

– implantação do Corredor de ônibus Arujá – Itaquaquecetuba;

– melhorias na SP 056, nos municípios de Itaquaquecetuba e Arujá.

O trecho do corredor de ônibus Arujá – Itaquaquecetuba faz parte do BRT Metropolitano Alto Tietê que atenderá as cidades de Arujá, Poá, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos e é uma antiga promessa do Governo do Estado. De acordo com as primeiras previsões, a Contratação dos Projetos Básicos e Executivo deveria ocorrer no 1º semestre de 2013.  A previsão de início das obras era o 2º semestre de 2014 e a previsão de conclusão das obras após 2014.

Ao todo, o BRT Alto Tietê foi projetado para 20,2 km de extensão com demanda diária de quase 100 mil passageiros.

A ligação de Arujá a Itaquaquecetuba está prevista para contemplar 10,7km, com a construção da Estação de Transferência Estrada do Corredor.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta