Campinas (SP) reajusta tarifa de ônibus a partir de segunda (03)

No Cartão Especial, valor passa de R$ 4,95 para R$ 5,60. Foto: Divulgação.

No Bilhete Único Comum, passageiros vão pagar R$ 5,15

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Campinas, no interior paulista, vai reajustar a tarifa de ônibus municipais a partir de segunda-feira, 03 de janeiro de 2022. No Bilhete Único Comum, os passageiros vão pagar R$ 5,15.

Confira a tabela de valores:

– Bilhete Único Comum: passa de R$ 4,55 para R$ 5,15 (cinco reais e quinze centavos);

– Cartão Especial: passa de R$ 4,95 para R$ 5,60 (cinco reais e sessenta centavos);

– Bilhete Único Escolar: passa de R$ 1,82 para R$ 2,06 (dois reais e seis centavos);

– Bilhete Único Universitário: passa de R$ 2,28 para R$ 2,58 (dois reais e cinquenta e oito centavos).

VALORES DA INTEGRAÇÃO

– Bilhete Único Comum: passa de R$ 0,40 para R$ 0,45 (quarenta e cinco centavos);

– Bilhete Único Vale Transporte: passa de R$ 0,40 para R$ 0,45 (quarenta e cinco centavos).

Não haverá cobrança de integração tarifária temporal para:

– Bilhete Único Escolar;

– Bilhete Único Universitário.

LINHA CIRCULAR-CENTRO / LINHÃO DA SAÚDE

Também a partir de segunda, as tarifas para utilização da linha “Circular-Centro/Linhão da Saúde”, do Sistema Municipal de Transporte Público Coletivo de Passageiros, terão descontos quando o pagamento for realizado por meio do Bilhete Único, sendo debitados do cartão os seguintes valores:

– Bilhete Único Comum: R$ 3,40 (três reais e quarenta centavos);

– Bilhete Único Vale Transporte: R$ 3,73 (três reais e setenta e três centavos);

– Bilhete Único Escolar: R$ 1,37 (um real e trinta e sete centavos);

– Bilhete Único Universitário: R$ 1,72 (um real e setenta e dois centavos).

BILHETE 1 VIAGEM

Já o Bilhete 1 Viagem é de utilização exclusiva de entidades assistenciais e sociais, públicas ou privadas, mediante cadastramento prévio.

O bilhete será vendido às entidades assistenciais pré-carregado com uma viagem ao preço de uma tarifa sem desconto. Nada será cobrado referente ao custo do Cartão 1 Viagem e nem será feito reembolso de qualquer valor.

Confira o decreto, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. arthur disse:

    que abusdo aumentarem o preço da passagem pra ir dentro do onibus sem conforto nenhum, tudo apertado né, daqui a pouco vão aumentar a passagem pra dez reais, colocar mais onibus q preste pra circular não colocam, agora aumentar o preço são bem bons, esse é o governo brasileiro de bosta, sempre dando um geito de arrancar dinheiro dos pobres e falam que é pra melhorar o transporte publico, é bosta nenhuma, durante meus 14 anos ate agora que tenho 20, nada mudou no transporte publico, e naquela época a passagem era 3,50, eles aumentam o preço da passagem pra socar no rabo mesmo, porque arrumar o que sempre foi ruim ninguem arruma né, ainda bem que estou lutando pra tirar minha cnh logo ano q vem se Deus quiser, q ai nunca mais vou andar de onibus ser independente desses lixo de transporte publico e nunca mais dar dinheiro pra governo lixo igual esse, essa é a realidade do brasil, o brasileiro da periferia acorda pra ir trabalhar paga 5,15 na passagem pra ir mais apertado do q lata de sardinha, ai pra voltar é a mesma coisa mais 5,15 pra ir apertado com risco de pegar uma doença no meio dessa pandemia parabéns Brasil continua fazendo mais bosta.

  2. Solange Cristina Rocha disse:

    Absurdo…Deveria mudar de empresa . Prefeitura e a empresa ja ganharam mt dinheiro

  3. Gil disse:

    Acredito que “reajuste” deveria ter quando é atrelado a benefícios. Os coletivos de Campinas São sem conforto, ônibus sucateados.

  4. Aparecida Carrasco Zangalles disse:

    Que vergonha a taxa de ônibus de Campinas é uma das mais cara do Brasil ! Graças a POLÍTICOS INCOMPETENTES CORRUPTOS , estamos aguardando a dica do vereador Paulo Gaspar na última reunião !

Deixe uma resposta