Nova frota da Petro Ita e Cascatinha já está em operação desde esta quarta (22)

São sete ônibus zero quilômetro para linhas em Petrópolis e investimentos, segundo empresas, foram de R$ 3,5 milhões

ADAMO BAZANI

Entraram em operação de forma oficial em Petrópolis (RJ) nesta quinta-feira, 22 de dezembro de 2021, sete ônibus zero quilômetro comprados pelas empresas Petro Ita e Cascatinha.

De acordo com as companhias, os investimentos foram de R$ 3,5 milhões.

LINHAS:

Os ônibus foram colocados nas seguintes linhas:

– Petro Ita:  404 – Duques, 428 – Vila Hípica, 436 – Alto Independência, 452 – Sargento Boening e 470 – Santa Isabel.

– Cascatinha: 518 – Atílio Marotti e 519 – Vale do Carangola.

CARACTERÍSTICAS:

Os veículos são do modelo Caio Apache Vip V, com chassis Mercedes-Benz, e, segundo as empresas, possuem espaços internos maiores, melhor distribuídos e assentos confortáveis, piso revestido por um material antiderrapante que, além de evitar quedas e acidentes, também possibilita significativa redução nos barulhos dentro do coletivo.

Como item de segurança, cada ônibus ainda tem uma tela no painel, com o motorista tendo acesso às imagens da câmera na porta de desembarque e também à câmera de marcha à ré.

A carroceria possui menos estruturas de esquadrias, mantendo, de acordo com as empresas, a eficiência de circulação do ar e um visual “mais limpo”, vista eletrônica interna, bancos com entrada USB para carregamento de aparelho celular e sistema que permite a circulação do veículo somente com as portas fechadas.

Os veículos oferecem elevadores para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, iluminação em Led, câmeras de monitoramento de última geração, equipamentos de bilhetagem eletrônica, sistema de biometria facial, GPS, além dos novos validadores, que permitem o pagamento da tarifa até por aproximação de celular, com o Cartão Digital.

Os ônibus seguem os atuais padrões de restrição a emissão de poluentes e, segundo a Petro Ita e a Cascatinha e já passaram por modificações no sistema de suspensão para adequação às necessidades operacionais de cada bairro.

Em nota, o diretor das empresas de ônibus, Isidro Ricardo da Rocha, relembra que em 20219 foram colocados 14 coletivos zero quilômetro no sistema.

“A renovação da frota foi iniciada em dezembro de 2019, com a chegada de 14 veículos zero quilômetro, sendo interrompida com o surgimento da pandemia. Mesmo diante de um cenário de profunda crise econômica, seguimos nos esforçando para manter as negociações com os fornecedores, o que proporcionou a chegada dos novos ônibus”, disse.

“Investimos no que há de melhor e mais moderno quando falamos de ônibus. São veículos preparados especificamente às comunidades direcionadas, para atender a demanda dos passageiros de forma mais eficiente”, concluiu Isidro, segundo a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Michelle disse:

    Pq não colocaram na linha 429 que faz dois bairros e fora que já rasguei meu uniforme de trabalho duas vezes nas tranqueiras que ainda circulam nessa linha? E tenho que pagar do meu bolso quando tem avaria! Um absurdo! Independência cheio de ônibus pra tudo quanto é lado e Lagoinha… Cadê o 450 que não volta?

Deixe uma resposta