Eletromobilidade

Grupo Volvo, Daimler Truck e Traton Group assinam acordo para implantação de rede europeia de carregamento de alto desempenho para caminhões e ônibus elétricos

As três gigantes comprometeram-se, em conjunto, a investir 500 milhões de euros, o que é considerado, de longe, o maior investimento em infraestrutura de carregamento na indústria europeia de caminhões pesados até o momento

Os fabricantes líderes terão participações iguais, mas continuarão a ser concorrentes em todas as outras áreas

ALEXANDRE PELEGI

Os três fabricantes líderes de veículos comerciais Volvo Group, Daimler Truck e o TRATON GROUP assinaram nessa quinta-feira, 16 de dezembro de 2021, um acordo vinculativo para criação de uma joint venture (JV) voltada para a instalação e operação de uma rede pública de alto desempenho de carregamento para caminhões e ônibus elétricos de longa distância à bateria em toda a Europa.

Em comunicado à imprensa, as partes afirmaram estar empenhadas em iniciar e acelerar a construção necessária da infraestrutura de carregamento voltada para o crescente número de clientes de veículos elétricos na Europa e, desta forma, contribuir para o transporte sem emissões de poluentes até 2050.

A criação da JV está sujeita a regulamentações aprovações.

A JV planejada será controlada igualmente pelos três grupos e iniciará as operações em 2022 após a conclusão de todos os processos de aprovação regulatória.

As três gigantes comprometeram-se, em conjunto, a investir 500 milhões de euros, o que é considerado, de longe, o maior investimento em infraestrutura de carregamento na indústria europeia de caminhões pesados ​​até o momento.

O plano é instalar e operar pelo menos 1.700 pontos de carregamento de alto desempenho em rodovias e em locais próximos a elas, bem como em pontos de logística e destino, num prazo de cinco anos após o estabelecimento da JV.

O número de pontos de carregamento deverá aumentar significativamente com o tempo, afirmam os três grupos, que irá buscar parceiros adicionais, bem como financiamento público.

A futura JV vai operar sob sua própria identidade corporativa e terá sede em Amsterdã, Holanda. Ela será capaz de se basear na ampla experiência e conhecimento de seus parceiros fundadores na produção e fabricação de caminhões pesados.

Um dos objetivos da unidade empresarial será o de catalisar e capacitar a indústria para a realização do Acordo Verde da União Europeia para o transporte de carga neutro em carbono até 2050 – fornecendo a infraestrutura necessária e direcionando a energia verde nos pontos de carregamento.

“A infraestrutura de carregamento de alto desempenho que permite o transporte rodoviário limpo de longa distância é uma forma econômica de obter reduções de emissões significativas e de fácil realização. Esta iniciativa é um começo significativo e um acelerador para tornar caminhões e ônibus pesados ​​neutros ao CO² um sucesso comercial” .

O presidente e CEO do Grupo Volvo, Martin Lundstedt, afirmou no lançamento da Joint Ventures: “Estamos indo das palavras à ação, e esta joint venture planejada com a Daimler Truck e o TRATON GROUP é um passo importante na formação de um mundo em que queremos viver. Parcerias inovadoras como essas permitirão a mudança tão necessária que beneficiará nossos clientes – e toda a indústria. Este é um marco histórico na transformação em direção ao transporte livre de combustíveis fósseis e um avanço que mostra o compromisso do Grupo Volvo em alcançar emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2040 e uma frota móvel com emissões líquidas zero até 2050, o mais tardar”.

Já o CEO da Daimler Truck, Martin Daum, disse que o anúncio de assinatura do acordo “é uma ótima notícia para a indústria de transporte e a sociedade, pois destaca o forte compromisso de todos os parceiros em produzir caminhões neutros de CO². É notável que três competidores ferozes na área de caminhões e tecnologia de veículos estejam agindo juntos para começar a estabelecer a infraestrutura de carregamento necessária. Junto com o Grupo Volvo e o GRUPO TRATON, queremos enviar um sinal claro a todas as partes interessadas relevantes para seguir nossa liderança e agir agora”, disse.

Por fim, o CEO do TRATON GROUP, Christian Levin, garantiu que o grupo, juntamente com as marcas Scania e MAN, bem como a indústria de veículos comerciais como um todo, fará parte da solução quando se trata de um mundo neutro de CO². “Uma colaboração com concorrentes fortes como Daimler Truck e Volvo Group pode parecer incomum. No entanto, o tópico é de importância crucial e esta cooperação única nos tornará mais rápidos e mais bem-sucedidos na implementação da ação transformacional necessária para enfrentar as mudanças climáticas. Nossa joint venture será um forte impulso para a rápida descoberta de caminhões e ônibus elétricos a bateria, as soluções de transporte mais eficientes e sustentáveis”, completou.

Os três parceiros veem isso como um avanço para a indústria de transporte reduzir as emissões de carbono – e para outras indústrias se beneficiarem de várias maneiras. Um recente relatório do setor pede até 15.000 pontos de carregamento público e de destino de alto desempenho até o mais tardar em 2025, e até 50.000 pontos de carregamento de alto desempenho até 2030. Portanto, este pontapé inicial é uma chamada à ação para todos os outros participantes da indústria, bem como governos e formuladores de políticas, para que trabalhem juntos para uma rápida expansão da rede de recarga necessária para poder contribuir para atingir as metas climáticas.

Como um sinal claro para todas as partes interessadas, a rede será aberta e acessível a todos os veículos comerciais na Europa, independentemente da marca.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta