Informe publicitário

Como o transporte público evoluiu a partir da tecnologia

O transporte público vem mudando ao longo dos anos, e a tecnologia tem um papel fundamental nessas transformações, seja para otimizar processos operacionais, gerar economia ou melhorar o serviço para o usuário.

Esses avanços podem ser percebidos em diversos aspectos, desde a infraestrutura até o relacionamento com o cliente, passando pelo desenvolvimento de novos serviços para a população e por novas áreas de negócios, com impactos diretos na operação.

Vamos falar sobre algumas dessas inovações, que estão disponíveis entre as soluções da Empresa 1 no mercado e já provaram ser excelentes caminhos na busca por melhorias no transporte público.

Validadores online

Já há algum tempo, o validador deixou de ser apenas um meio estático para transações de tarifa embarcado para se transformar em um eixo de conexão com diversas outras funcionalidades, operacionais e de serviço ao usuário.

Os novos validadores que operam de forma online oferecem:

  • maior compatibilidade com meios de pagamento;
  • mais integração no ambiente embarcado;
  • comunicação em tempo real;
  • capacidades avançadas de gerenciamento e monitoramento remoto, permitindo identificar um potencial problema antes que ele aconteça e agir proativamente.

Hardwares all in one

Os equipamentos multifuncionais surgiram como forma de ajudar os operadores a lidar com níveis cada vez mais altos de complexidade operacional e a reduzir custos com hardware. A partir de uma arquitetura all in one, eles são capazes de agrupar uma grande variedade de funções associadas à bilhetagem.

Nessa categoria, podemos citar:

  • os validadores multifuncionais, prontos para serem integrados a outras funcionalidades. O SPX700 EX, o modelo mais recente de validadores da Empresa 1, além de ter a modularidade como característica principal, permite a ampliação das capacidades de processamento e memória e incorporação de tecnologias futuras.
  • os computadores de bordo preparados para ITS, — como o SCM400 —, que foram projetados especificamente para gerenciar aplicações de transporte, com a função de coordenar as comunicações internas e externas do veículo, integrando todos os dispositivos embarcados.

QR Code como meio de pagamento embarcado

O uso do QR Code para pagamento de passagem chegou como uma excelente alternativa para as transações em dinheiro embarcadas e ganhou força graças à sua competitividade de custos e por oferecer aos usuários mais opções para o pagamento da tarifa.

Nosso primeiro projeto com a tecnologia embarcada, um dos primeiros no Brasil, foi implementado em 2017, no município de Garanhuns, em Pernambuco. Desde então, levamos a inovação para outros sistemas de transporte, permitindo que os operadores ampliem os meios de acesso ao serviço pelos usuários.

Pagamento com cartões padrão EMV

Uma das inovações que surgiram para flexibilizar o acesso ao serviço de transporte foi a possibilidade de pagamento por meio dos cartões EMV, cujo padrão de segurança foi desenvolvido pelas empresas Europay, MasterCard e Visa. Esses cartões possuem um chip inteligente que interage com a tecnologia contactless (sem contato) dos validadores, permitindo o pagamento da tarifa com a simples aproximação do cartão, desde que esteja habilitado.

Desde 2016, os validadores Empresa 1 já são habilitados para aceitar o padrão. O modelo é muito atraente para os usuários e uma excelente oportunidade para melhorar a experiência do cliente com o serviço. Com o crescimento dos bancos digitais, que, em sua maioria, adotaram o padrão para os cartões de débito e crédito, a tendência é que cada vez mais a população tenha acesso ao serviço.

Pagamentos embarcados via NFC

Outra tecnologia aliada da retirada do dinheiro em espécie embarcado é o NFC (sigla de Near Field Communication), que, desde 2014, é um dos meios de pagamento aceitos nos validadores Empresa 1.

Nesse sistema de transmissão de dados por aproximação, a passagem pode ser paga diretamente com cartões de débito, crédito, pré-pagos, smartphones ou qualquer outro dispositivo, como pulseiras, relógios, entre outros.

Biometria facial inteligente

Os sistemas de monitoramento por biometria facial são grandes aliados no combate à fraude no transporte público. Nossa solução, o Sigom Vision, conta com mecanismos de inteligência que vão além dos dados biométricos. Ele incorpora informações do comportamento de uso dos passageiros inerentes ao sistema de bilhetagem eletrônica aos princípios de machine learning.

Além disso, o sistema aprende sozinho com o uso, o que garante benefícios como a possibilidade de manter o cadastro do usuário atualizado, acompanhando o passar dos anos sem a necessidade de uma chamada para nova foto de cadastro.

Em 2020, logo que as medidas de proteção contra a Covid foram intensificadas aqui no Brasil, o sistema evoluiu ainda mais e passou a reconhecer os usuários usando máscara de proteção.

Bilhetagem integrada a rede de venda digital

Investir na ampliação da rede de venda sempre foi uma das principais estratégias na busca por aumentar a demanda de passageiros no transporte público. O digital veio para complementar essa oferta, oferecendo uma grande variedade de meios de pagamento.

Nesse sentido, contar com uma bilhetagem flexível e adaptável abre um leque de possibilidades para que você adote o meio mais indicado para o seu público.  Em Macapá, por exemplo, o usuário passou a ter a possibilidade de fazer as compras dos créditos de transporte sem sair de casa, sem enfrentar filas e sem custo adicional. Isso foi possível graças à integração entre a plataforma de bilhetagem Empresa 1 e os sistemas de pagamentos da RecargaPay, via APIs.

Bilhetagem multisserviços

Ainda falando sobre integração, além de desenvolvermos hardwares com foco em incremento modular escalável, os nossos sistemas são pensados para garantir liberdade de escolha para nossos clientes.

Nossa plataforma de bilhetagem, Sigom Cloud, é baseada no conceito multisserviços. Isso quer dizer que ela permite a inclusão de novos recursos e funcionalidades, seja na própria plataforma de bilhetagem ou combinando funções e capacidades de outros sistemas, sempre observando o que proporciona mais valor ao negócio dos nossos clientes, de forma escalável, consistente e segura.

Transporte sob demanda integrado ao convencional

A integração multimodal é uma das demandas do transporte público do futuro e um recurso que contribui efetivamente para a melhoria da qualidade do serviço entregue à população.

Em Fortaleza, a Empresa 1 viabilizou a integração do serviço sob demanda com o sistema convencional de transporte por meio das funcionalidades do sistema online e de contas em nuvem. Dessa forma, os usuários do vale-transporte e do bilhete único passaram a ter a possibilidade de pagar essas viagens com o cartão de transporte.

Como você pôde ver, existe um conjunto muito abrangente de recursos e possibilidades para que o transporte público se reinvente e alcance melhores resultados. A Empresa 1 desenvolve soluções pensadas para crescer junto com a operação de cada cliente, de acordo com as demandas e desafios regionais. Fale com um de nossos especialistas e saiba como nossas soluções podem melhorar a sua operação! Visite https://conteudo.empresa1.com.br/especialista-empresa1.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta