Metrô de SP licita implantação de sistema de alimentação elétrica do monotrilho linha 17-Ouro, trecho Washington Luís – Morumbi

Pilares do monotrilho da linha 17 ouro, Marginal Pinheiros - estação Morumbi. Foto: Márcia Alves/Metrô SP

Sessão Pública de Recebimento e Abertura de propostas será realizada dia 15 de fevereiro de 2022

ALEXANDRE PELEGI

A Companhia do Metrô de São Paulo anunciou no Diário Oficial desta quarta-feira, 08 de dezembro de 2021, a abertura de licitação destinada ao fornecimento e implantação dos sistemas de alimentação elétrica e auxiliares para o Trecho Washington Luís – Morumbi (Linha 17 Ouro e CPTM).

Os sistema de alimentação elétrica incluem ainda o atendimento ao Pátio Água Espraiada e a  Subestação Primária Bandeirantes da Linha de monotrilho.

O Edital e todos os seus anexos estarão disponíveis ainda nesta quarta-feira (08), garante a Companhia do Metrô (www.metro.sp.gov.br).

A Sessão Pública de recebimento e abertura de documentos e propostas está marcada para o dia 15 de fevereiro de 2022.


O projeto original da Linha 17-Ouro prevê uma extensão comercial de 17,7 quilômetros e 18 estações. Ela fará a ligação do Aeroporto de Congonhas à Estação Jabaquara da Linha 1-Azul, em um sentido, e à Estação São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela em outro.

O trecho 1 teve as obras iniciadas em 2021. Ele se estende do Pátio Agua Espraiada – Estação Jardim Aeroporto, com enlace em Congonhas, até a Estação Morumbi, da Linha 9 Esmeralda da CPTM.

As 7 estações do Trecho 1 – Congonhas, Jardim Aeroporto, Brooklin Paulista, Vereador José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro e Chucri Zaidan, estão em fase de acabamento e em início a montagem dos sistemas, tais como alimentação elétrica, telecomunicações e auxiliares.

A licitação é justamente para o projeto e implantação dos sistemas de alimentação elétrica.

As obras da estação Morumbi/CPTM foram relicitadas em 2017, e começaram em janeiro de 2018. O Pátio, localizado no Piscinão Água Espraiada, está em fase de conclusão da estrutura do nível inferior e em execução as obras da oficina de manutenção de trens e dos blocos administrativos.

O Trecho 1 fará integração com o Aeroporto de Congonhas (Estação Congonhas), SPTrans (Estação Vereador José Diniz e Chucri Zaidan), Linha 5 – Lilás (Estação Campo Belo) e CPTM (Estação Morumbi). A demanda estimada é de 185.000 passageiros/ dia útil.

Integra o empreendimento a Subestação Primária Bandeirantes do monotrilho (incluída na licitação; Ciclovia em toda a extensão do trecho operacional; e frota de 14 trens (Trecho Prioritário).

CONCESSÃO

Em abril de 2018 o Metrô de SP assinou o contrato de Concessão das Linhas 5 e 17 com o Consórcio Via Mobilidade, composto pelas empresas: CCR S.A (líder) e RuasInvest Participações S.A.

O contrato tem validade pelos próximos 20 anos, e contempla investimentos de mais de R$ 3 bilhões em manutenção, conservação, melhorias, requalificação, adequação e expansão das linhas ao longo do contrato.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta