Prefeitura de SP divulga empresas classificadas em concorrência para implantação de 14,8 km de Ciclovias e Ciclofaixas

Foto: Diário do Transporte

Certame abrange sete trechos em diferentes bairros da cidade; valor estimado contrato é de R$ 8,2 milhões

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de São Paulo, por meio da SMT – Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito divulgou no Diário Oficial desta quinta-feira, 25 de novembro de 2021, a relação de empresas classificadas participantes da Concorrência destinada à contratação de serviços especializados de engenharia para construção/implantação de obras de Ciclovias e Ciclofaixas.

As obras, que integram o Sistema Cicloviário da Cidade de São Paulo, serão realizadas em pavimento de concreto armado e em pavimento de concreto asfáltico.

O prazo de execução é de 120 dias a contar da emissão da ordem de serviços.

O valor estimado para a execução do objeto é de R$ 8,2 milhões (R$ 8.246.640,30).

Veja a relação das 11 empresas classificadas em ordem crescente, em função do menor preço global ofertado:

1º lugar: HABITEM INCORPORAÇÃO E CONSTRUÇÃO LTDA. – R$ 6.038.627,07 ;

2º lugar: B&B ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. – R$ 7.089.687,93 ;

3º lugar: CÓDIGO ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. – R$ 7.155.053,60 ;

4º lugar: FACCHIN CONSTRUÇÕES LTDA. EPP – R$ 7.217.923,59  ;

5º lugar: TRÍADE PAVIMENTAÇÕES E CONSTRUÇÕES S/A. – R$ 7.368.027,39 ;

6º lugar: PILÃO ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. – R$ 7.735.068,37 ;

7º lugar: TOTAL PAV CONSTRUÇÃO E LOCAÇÃO EIRELI ME – R$ 7.766.346,44 ;

8º lugar: SCOPUS CONSTRUTORA & INCORPORADORA LTDA. – R$ 7.988.322,02 ;

9º lugar: CONSITEC ENGENHARIA E TECNOLOGIA LTDA. – R$ 8.093.802,14 ;

10º lugar: LAGOTELA EIRELI EPP – R$ 8.100.038,42 ;

11º lugar: FBS CONSTRUÇÃO CIVIL E PAVIMENTAÇÃO S/A – R$ 8.322.684,81.

Após a divulgação do resultado, passa a contar o prazo de cinco dias úteis para interposição de recursos.

RELAÇÃO DAS CICLOVIAS E CICLOFAIXAS PROPOSTAS:

Ciclovia/ciclofaixa Armando de Arruda Pereira = Com aproximadamente 1.415 metros de extensão, a Ciclovia Armando Arruda Pereira conectará as ciclovias existentes na Av. Jabaquara e Av. Eng. George Corbisier. Seu trajeto contempla as Avenidas Dr. Hugo Beolchi, Av. Eng. Armando Arruda Pereira e Av. George Corbisier

Ciclovia/ciclofaixa Carlos Caldeira Filho = Esta ciclovia compreende a Avenida Carlos Caldeira Filho, da Estação Campo Limpo do Metrô até o entroncamento com a Av. Giovanni Gronchi. A ciclovia Carlos Caldeira Filho possui aproximadamente 2.900 metros de extensão

Ciclovia/ciclofaixa Radial Leste = Esta ciclovia compreende a Radial Leste, iniciando na Praça Vicente Mateus, no entroncamento com a ciclovia da Rua Bresser, e com 3.044 metros de extensão, se conectará com a ciclovia existente junto a Estação Tatuapé do Metrô.A ciclovia inicia em um lado da Avenida e, próximo ao Viaduto Guadalajara, passa para o outro lado da via

Ciclovia/ciclofaixa Indianópolis = Esta ciclovia compreende toda a extensão da Av. Indianópolis, desde o cruzamento com a Av Ibirapuera até o entroncamento com a Av. Jabaquara. A ciclovia tem extensão de aproximadamente 3.520 metros

Ciclovia/ciclofaixa Alberto Zagottis = Esta ciclovia inicia a partir da R. Prof. Campos de Oliveira, passando pelas Avenidas Sgt. Lourival Alves de Souza; Av. Eng. Alberto de Zagottis e Av. Octalles Marcondes Ferreira até chegar na Praça Camafeu, junto a Estação Jurubatuba da CPTM. Esta ciclovia tem aproximadamente 1.865 metros de extensão.

Ciclovia/ciclofaixa Nações Unidas I = Com aproximadamente 1.260 metros, esta ciclovia conectará a Ciclovia Eng. Alberto de Zagottis com a Av. Interlagos, passando pela Av. das Nações Unidas.

Ciclovia Nações Unidas II = Esta ciclovia percorre a Av. das Nações Unidas e conecta a ciclovia Eng. Alberto de Zagottis com a Ponte do Socorro. Este trecho tem aproximadamente 807 metros.

JUSTIFICATIVA

A SMT justifica que a Meta 41 do Programa de Metas da Prefeitura define a iniciativa de implantar 300 km de estruturas cicloviárias no período de 2021 – 2024.

“Para o atendimento destes objetivos, a Secretaria de Mobilidade e Transportes – SMT, está propondo a contratação de empresa ou consórcio de empresas para serviços especializados de engenharia que viabilize a execução de serviços para construção/implantação de 14,81km de ciclovias e ciclofaixas do Sistema Cicloviário da Cidade de São Paulo”.

“Devido as adequações geométricas do viário existente, para implantação de estrutura Cicloviária, onde necessário, deverá ser executada a recomposição asfáltica para tráfego de veículos conforme áreas indicadas em projeto e conforme a descrição do serviço do item 6.5 deste Termo de Referência“, completa a SMT.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta