Itamarati, Cometa, Santa Luzia e Pevê-Tur fazem São José do Rio Preto receber selo Cidade Verde

De 245 ônibus vistoriados pelo Despoluir da CNT e Sest/Senat, 243 foram aprovados; Programa é oferecido em São Paulo pela Fetpesp

ADAMO BAZANI

Neste ano de 2021, o programa Despoluir verificou as emissões de poluentes de 100% da frota de ônibus, em São José do Rio Preto, no interior paulista, entre urbanos e rodoviários, das empresas Circular Santa Luzia, Pevê-Tur, Expresso Itamarati e Cometa.

De 245 ônibus analisados, 243 foram aprovados já na primeira verificação.

Isso fez com que São José do Rio Preto fosse a segunda cidade a receber o selo do Movimento Cidade Verde do programa. A primeira foi Araraquara, também no interior de São Paulo.

O Programa Ambiental do Transporte, chamado Despoluir, foi criado pela iniciativa conjunta entre Confederação Nacional do Transporte (CNT), do Serviço Social do Transporte (SEST), do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) e é oferecido pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo – FETPESP as empresas de transportes de passageiros do Estado de São Paulo.

O projeto tem o objetivo de estimular o controle das emissões de poluentes, promovendo a melhoria da qualidade do ar, bem como o crescimento sustentável das empresas operadoras.

Durante a análise, feita por equipamentos informatizados conectados aos escapamentos dos ônibus, é verificado se na fumaça há os limites máximos permitidos em lei de substâncias poluentes presentes na queima do diesel.

A entrega do reconhecimento ocorreu nesta sexta-feira, 19 de novembro de 2021, aos responsáveis pela gestão e manutenção destas empresas de ônibus, ao prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo, e ao secretário municipal de Trânsito, Transportes e Segurança, Amaury Hernandes.

O Selo Cidade Verde é entregue para cidades onde foi possível analisar toda a frota e obter aprovação superior a 95%.

Por meio de nota, o consultor técnico do Programa, João Carlos Sanches Pereira, disse que o comprometimento das prefeituras é importante para que as emissões de poluentes pelos ônibus sejam minimizadas.

“O objetivo é ampliar a abrangência e efetividade no diagnóstico da emissão de gases veiculares na atmosfera. Para isso, contamos com o comprometimento das prefeituras municipais e das empresas de transporte público por ônibus”. – disse.

Araraquara, a primeira condecorada, recebeu o selo de reconhecimento no dia 05 de agosto, entregue pelo presidente da FETPESP, Mauro Artur Herszkowicz.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta