CPTM abre licitação para obras de reforma e ampliação da estação Palmeiras-Barra Funda

Foto: Google Maps

Em outubro de 2020 Companhia anunciou que iria revitalizar o espaço, um dos mais movimentados do sistema  

ALEXANDRE PELEGI         

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) comunicou no Diário Oficial deste sexta-feira, 19 de novembro de 2021, a licitação para obras civis de reforma, ampliação, demolição e adequação dos ambientes da Estação Palmeiras-Barra Funda.

O contrato inclui fornecimento de materiais, mão de obra, equipamentos e insumos.

A Sessão Pública de abertura de propostas será o dia 1º de fevereiro de 2022, às 10h.

O edital estará disponível ainda hoje nos sites www.cptm.sp.gov.br e www.imprensaoficial.com.br.

Em outubro deste ano a CPTM lançou licitação para adequação da Palmeiras-Barra Funda. A sessão pública estava agendada para 16 de novembro, terça-feira desta semana. A Ata com os resultados ainda não foi publicada (leia mais detalhes desta licitação abaixo). Relembre:

CPTM adia licitação para obras de adequação da estação Palmeiras – Barra Funda


A Palmeiras-Barra Funda é uma das mais movimentadas da companhia.

Localizada na zona oeste da capital paulista, faz interligação com o Metrô (Linha 3-Vermelha) e com um terminal rodoviário. A estação atende as Linhas 7-Rubi e 8-Diamante, com a circulação de, em média, 78 mil passageiros por dia (antes da pandemia o número era ainda maior: 156 mil pessoas).

Em outubro de 2020 a Companhia emitiu comunicado informando que iria revitalizar o espaço.

Inaugurada em novembro de 1988, a estação foi reformada dez anos depois.

O local tem 25 mil metros quadrados e é totalmente acessível para pessoas com mobilidade reduzida.

A CPTM anunciou na época que a estação terá todo o seu piso substituído, além de receber nova comunicação visual, iluminação e restauro das paredes, “gerando mais conforto aos passageiros, além de economia de energia e redução dos custos de manutenção”.

A revitalização da estação também conta com a instalação de uma nova escada rolante nas plataformas 7 e 8, o que auxiliará no desembarque e dispersão dos passageiros”, afirmou Pedro Moro, presidente da CPTM, que garantiu que todas as obras irão melhorar a vida dos passageiros “e serão feitas de modo a gerar o menor impacto possível no dia a dia dessas pessoas”.

No caso da iluminação todas as lâmpadas serão substituídas por 2.369 modelos LED, que geram gastos menores com eletricidade.

Além disso, a área de 28.438,00 m² onde o piso é emborrachado haverá a substituição por granito, que facilita a limpeza, melhora as condições visuais na circulação e praticamente dispensa serviços de manutenção por décadas.

A comunicação visual será totalmente revista para melhorar a orientação dos passageiros e 40.000,00 m² da edificação terá a pintura totalmente restaurada, melhorando o visual do local e gera mais conforto aos passageiros.

Após o término das obras, teremos uma estação ainda mais eficiente e confortável para todos que a utilizam”, finaliza o presidente da CPTM.

ADEQUAÇÃO

A CPTM lançou em outubro deste ano a primeira licitação para adequação da estação Palmeiras-Barra Funda. A sessão pública estava agendada para 16 de novembro, terça-feira desta semana. A Ata com os resultados ainda não foi publicada.

A contratação prevê a realização de obras para ampliar, requalificar e modernizar as instalações existentes, em conformidade ao plano de melhoria do sistema operacional. O objetivo é viabilizar a capacidade de funcionamento das Linhas 11 – Coral e 13 – Jade implantadas, e consequentemente reativação das plataformas 7, 8, 9 e 10.

No mezanino está previsto a instalação de um elevador e uma escada rolante, além da realização de atividades que envolvem a adequação e complementação de rota tátil existente, o que irá permitir a indicação sobre a posição desses novos equipamentos instalados.

Nas plataformas 7 e 8 deverá ser executada a demolição da escada fixa, situada ao lado da escada rolante ER- 34, sendo substituída por uma nova escada rolante com especificações semelhantes à já existente. Também deverá ser realizada a readequação da rota tátil nessas plataformas, assim como a instalação de escadas metálicas de extremidade de plataforma e implantação de áreas de refúgio junto às vias.

Nas plataformas 9 e 10 será instalado um novo elevador elétrico de alta capacidade, com estrutura autoportante em perfis metálicos, possibilitando o acesso de usuários à Linha 13 – Jade. A rota tátil dessas plataformas também deverá ser readequada. Já ainda a previsão de instalação de escadas metálicas de extremidade e áreas de refúgio junto às vias.

O contrato abrange intervenções envolvendo instalações elétricas como a implantação de sistemas e dispositivos, assim como intervenções de instalações hidráulicas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta