Motoristas de ônibus e caminhões sem exame toxicológico deve ser regularizar para tentar escapar de multa

Valor é de R$ 1.467,35

ADAMO BAZANI

Motoristas com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) com as categorias C, D ou E podem ser multados de forma automática se não estiverem com o exame tecnológico em dia.

Quem ainda não fez o exame ainda tem a chance de escapar da penalidade.

O valor é de R$ 1.467,35.

A previsão de multas e os prazos são para os condutores cuja CNH venceu ou vai vencer neste ano de 2021 ou para as cartas que vencerão em 2022 e 2023, independentemente do mês.

Estas categorias envolvem motoristas profissionais, como condutores de ônibus, vans e caminhões.

A medida faz parte da chamada nova lei do trânsito (Lei 14.071/20), aprovada em outubro de 2020,

Além da multa, há a possibilidade de retenção da van, picape, caminhão ou ônibus até que um profissional com exame o retire e suspensão do direito de dirigir por 90 dias.

Um dia do Ministério da Infraestrutura é, quando for fazer o exame, o motorista já antecipe a renovação da CNH. Isso pode ser feito em até 90 dias depois do exame.

Se caso passar esse prazo, na hora de renovar a carteira, o motorista terá de fazer o exame toxicológico tudo de novo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta