Motoristas de ônibus de BH aprovam indicativo de greve nesta quinta (11)

Na próxima semana, deve haver mais reuniões com as empresas para tentar evitar a paralisação de fato

ADAMO BAZANI

Os motoristas de ônibus e demais funcionários do sistema de transportes de Belo Horizonte aprovaram na tarde desta quinta-feira, 11 de novembro de 2021, estado de greve, em assembleia promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH).

O ato foi procedido de uma passeata da sede da entidade sindical, no bairro Barroca, até a região central.

Na próxima semana, trabalhadores e empresas de ônibus devem se reunir para evitar uma paralisação de fato.

Após a comunicação oficial da aprovação do estado de greve às empresas e gerenciadora do sistema, legalmente uma greve de transporte público, pode ser realizada em 72 horas.

Os profissionais pedem reajuste salarial de 9% mais o acumulado do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor); ticket de alimentação de R$ 800,00; fim do banco de horas; abono salarial referente a 2019/2020; passe livre ilimitado (hoje as viagens são restritas); manutenção do passe livre para o afastado e plano de saúde melhor.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta