Prefeitura de São Paulo mantém obrigatoriedade do uso de máscaras pelo menos até dezembro

Decisão foi tomada após estudo realizado pela Vigilância Sanitária, considerando indicadores da pandemia de covid-19 e de assistência de saúde. Foto: Reprodução.

Novo estudo será realizado no próximo mês para definir se a medida continua ou se haverá flexibilização

JESSICA MARQUES/WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de São Paulo decidiu manter a obrigatoriedade do uso de máscaras na cidade, em todos os ambientes, tanto internos quanto fechados, pelo menos até dezembro.

A decisão foi tomada após um estudo realizado pela Vigilância Sanitária, considerando indicadores da pandemia de covid-19, de assistência de saúde, taxa de hospitalização e cobertura vacinal.

Os detalhes foram divulgados em entrevista coletiva com a presença do prefeito Ricardo Nunes nesta quarta-feira, 10 de novembro de 2021.

Um novo estudo será realizado pela Prefeitura em dezembro para definir se a medida continua ou se haverá flexibilização.

De acordo com o estudo apresentado nesta quarta, São Paulo está na chamada “Situação 2” da pandemia. Neste caso, o uso de máscaras é obrigatório.

Confira as regras:

SITUAÇÃO 1

No caso da Situação 1, com maior controle da pandemia, a recomendação será para manter o uso de máscara em ambientes fechados ou externos em que há aglomeração de pessoas. Entretanto, esta ainda não é a realidade da capital paulista.

NOVA DISCUSSÃO EM DEZEMBRO

O secretário de Saúde, Edson Aparecido, disse que em dezembro será feito um novo estudo. Assim, serão definidas medidas para o uso de máscara em locais como terminais de ônibus e no transporte público, em geral.

“De qualquer maneira, as medidas farmacológicas são importantes, se possível as pessoas não se aglomerarem tem um papel importante. Por enquanto não, nós vamos aguardar o desenrolar dos indicadores que vão chegar até o início de dezembro para ai eventualmente ou não, dar algum indicativo de medida sanitária para a população”, disse.

MÁSCARA REDUZ CONTAMINAÇÃO EM ATÉ 80%

De acordo com um estudo da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), as máscaras reduzem em até 80% o risco de contaminação em ambientes coletivos.

Relembre:

Você sabia que máscaras reduzem em até 80% o risco de contaminação em ambientes coletivos?

ESTUDO

Confira a apresentação do estudo, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta