Com painéis solares, empresa de ônibus de Petrópolis (RJ) reduz conta de luz em 80%

Ao todo, foram instaladas no jardim da empresa 348 placas de 365 WattPico (Wp), pesando um total de 11 toneladas. Foto: Divulgação.

Turp Transporte informou que, com o sistema, produz energia suficiente para manter 19 mil geladeiras ligadas por mês

JESSICA MARQUES

Com o uso de painéis solares, a Turp Transporte reduziu a conta de luz em 80%. A empresa de ônibus opera em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

A alternativa para geração de energia mostra-se ainda mais necessária no período em que o Brasil atravessa a maior crise energética dos últimos 90 anos.

Com um Sistema de Geração de Energia Solar Fotovoltaica na garagem, a empresa informou que produz energia suficiente para manter 19 mil geladeiras ligadas por mês.

Como o número é apenas comparativo, o resultado, na prática, foi outro: o custo final da conta foi reduzido em 80%, já que a empresa consome a própria energia gerada.

A estrutura foi montada na garagem da empresa em 2019. O objetivo é “driblar um período de crises, não somente hídrica e energética no país, como também a econômica, agravada com o surgimento da pandemia”, conforme informado pela empresa.

“A implantação do parque de energia solar na garagem em Itaipava foi possível em razão da capacidade geográfica do local, retorno do investimento em menor escala de tempo, redução de custos e, claro, práticas que possam contribuir com o meio ambiente, através das soluções tecnológicas disponíveis no mercado”, disse o diretor da Turp Transporte, Jean Moraes.

O sistema é capaz de produzir a própria energia gerando até 14,2 mil quilowatt-hora (KWh), contribuindo na geração de 47 toneladas de crédito de carbono, medida que calcula a redução da emissão de gases de efeito estufa. Segundo os especialistas, essa proporção equivale ao plantio de 194 árvores, compensação de consumo de 19 mil geladeiras ou 348 mil banhos de aproximadamente 10 minutos.

“Os painéis solares captam a luz do sol e geram eletricidade. Com o auxílio de um inversor, a energia é injetada na rede da concessionária de luz. Quando a geração de energia é maior que o consumo imediato da garagem, sua sobra é transferida para a geradora de energia da cidade, se tornando posteriormente um crédito para compensação da empresa”, explicou.

Ao todo, foram instaladas no jardim da empresa 348 placas de 365 WattPico (Wp), pesando um total de 11 toneladas. Com Potência Total de 127.020 Wp, o painel é composto por dois inversores de 40KW e um de 22KW, totalizando 102KW. Além disso, possui um transformador de 220v/380v de 115KW. Para a implantação do sistema, foram utilizados mais de dois mil metros de fios.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Pingback: Unienergia
  2. Ernesto Takeda disse:

    Só falta instalar painéis solar nos ônibus para mover o ar condicionado do próprio ônibus para economizar no consumo de seu combustível

Deixe uma resposta