Marcopolo e Indicator investem empresa de tecnologia para a gestão de combustíveis: CTA Smart

Valor inicial foi de R$ 5,5 milhões, podendo chegar até R$ 19 milhões

ADAMO BAZANI

A Marcopolo anunciou nesta quinta-feira, 07 de outubro de 2021, que juntamente com a empresa Indicator Capital realizou um investimento de R$ 5,5 milhões na CTA Smart, uma empresa de tecnologia do segmento de combustíveis com foco em sistemas de automação e controle de abastecimento.

De acordo com a Marcopolo, um segundo aporte previsto para ocorrer em até 18 meses, e, com isso, o investimento possa atingir até R$ 19 milhões.

A Indicator Capital é uma gestora brasileira de capital de risco em negócios em estágio inicial e os investimentos da Marcopolo ocorrem por meio da MarcoZero, um braço dedicado a monitorar, estruturar e investir em oportunidades na área de mobilidade.

A fabricante de ônibus e VLTs (Veículos Leves sobre Trilhos) informou que a CTA Smart tem base em Porto Alegre e nos Estados Unidos e é detentora de uma tecnologia de sistemas inteligentes para abastecimento de frotas com base em um modelo de SaaS (Software as a Service).

A plataforma estará acessível para a gestão do combustível de empresas de todos os portes e segmentos com a possibilidade de instalação remota.

Um dos objetivos da tecnologia é fazer com que essa gestão se torne mais barata, sendo algo possível para empresas de menor

A plataforma torna acessível a gestão do combustível a empresas de todos os portes de diferentes segmentos, o que antes, só era possível às grandes companhias. No atual cenário, o combustível representa um dos maiores custos para as empresas nos setores de transporte, mineração, construção, reflorestamento, entre outros.   Diante disso, a gestão se torna fundamental para evitar desperdício e desvio do combustível, e, consequentemente, reduzir os custos operacionais e aumentar a produtividade, lucratividade e competividade das empresas. – diz a nota.

Com a tecnologia, a gestão passa a ser remota por meio de conectividade direta com a nuvem, e há também a possibilidade de instalação do dispositivo na bomba de abastecimento pelo próprio cliente.

“O frotista tem toda a operação na mão e consegue melhorar suas margens operacionais”, como explicou o cofundador da Indicator Capital, na nota, Fábio Iunis de Paula.

O diretor de Estratégia e Transformação Digital da Marcopolo, João Paulo Ledur, disse que a tecnologia pode ajudar na redução de custos de operação dos transportes.

“O investimento na CTA Smart ocorre por se tratar de uma empresa que está alinhada aos nossos objetivos, com uma solução tecnológica que oferece em tempo real a gestão e a visibilidade dos custos de combustíveis. Isso proporciona uma redução de custos e ganhos de produtividade aos clientes da Marcopolo e também de companhias de diversos setores da economia. A empresa, assim como a MarcoZero e a Marcopolo, visa oferecer soluções que ampliem a modernização da mobilidade urbana”

A CTA Smart diz que tem parcerias com as maiores distribuidoras e Transportadores Revendedores Retalhistas (TRRs) do Brasil, que se conectam na plataforma, beneficiando a logística de entrega e estreitando o relacionamento com os clientes.

A tecnologia já pode ser instalada em 100% das bombas de abastecimento, sendo dos tipos mecânicas, digitais ou eletrônicas.

 “Executamos em um ano mais de três décadas desta solução. Lançamos o primeiro mínimo produto viável em 2011, em uma garagem em Caxias do Sul – RS-BR. Este foi o gatilho onde tudo começou”, ressalta um dos sócios da CTA Smart e CEO da Link2Pump, a marca Internacional da CTA Smart nos Estados Unidos, Filipe Lucatelli Borges .

“Ter seu negócio em território internacional é muito gratificante, já atendemos todo o Lower 48, com clientes importantes na Califórnia, no Texas, em Nova Iorque e na região centro-oeste do país. Nossa estratégia prevê atuação em nível Latam com foco principal no México, e em paralelo a CTA vem trabalhando fortemente nos mercados da África, Emirados Árabes e Austrália.” – acrescentou.

A Marcopolo ainda diz que a conformidade com o propósito da Indicator Capital de ‘investir para o bem’ foi também um ponto avaliado.

De acordo com as métricas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), a empresa está alinhada com os objetivos 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura) e 12 (Consumo e Produção Responsáveis), complementa a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta