Decreto de Doria impõe pontos facultativos nos dias 11 de outubro e 1º de novembro em todo o Estado de São Paulo

Com emenda de feriado, setor de transporte metropolitano sofrerá queda na demanda, o que produzirá alterações operacionais. Foto: Alexandre Pelegi

Com a decisão, servidores do Estado terão duas emendas de feriado em menos de um mês; funcionamento dos transportes deverá sofrer alterações operacionais em função da provável queda da demanda

ALEXANDRE PELEGI

O governador de São Paulo, João Doria, por meio de decreto, alterou o funcionamento de repartições públicas estaduais para as datas que antecedem os próximos feriados relativos ao Dia de Nossa Senhora Aparecida e das Crianças (12 de outubro) e Finados (2 de novembro).

De acordo com o decreto 66.078 de 04 de outubro de 2021, publicado no Diário Oficial desta terça-feira (05), ficará suspenso o expediente nas repartições públicas estaduais nas vésperas dos dois feriados.

Desta forma, não funcionarão os serviços das repartições nos dia 11 de outubro de 2021 – segunda-feira e 1º de novembro de 2021, também segunda-feira.

Desta forma, os servidores estaduais terão duas emendas de feriado num prazo inferior a 30 dias.

Os servidores deverão compensar o ponto facultativo, de acordo com a jornada de trabalho a que estiverem sujeitos, com o limite de uma hora diária a mais.

O governo possibilitou que os dirigentes das autarquias estaduais e das fundações poderão adequar o decreto às suas repartições públicas.

Em relação a transportes coletivos de gerenciamento estadual, como os ônibus que operam no sistema EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Metrô e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), os passageiros devem estar atentos aos esquemas operacionais que devem ser definidos ao longo da semana e serão divulgados pelas companhias.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Juares disse:

    Viemos de umas sequencia de dois anos pesados na vida pessoal, econômica e trabalhista devido a pandemia…. umas emendas de feriado não fariam mau a ninguém. O corpo e a mente precisam descansar

  2. Jorge Moraes disse:

    Não é necessário perder tempo para tal façanha! Brasileiros já fazem ponto facultativo por conta própria, com atestados conseguidos com médicos que não pagam seus salários…

Deixe uma resposta