Transporte complementar de Maceió (AL) é paralisado contra aumento no valor dos combustíveis

Categoria também pede reajuste salarial e mais fiscalização para coibir transporte clandestino. Foto: Reprodução / Cada Minuto.

Motoristas de vans e micro-ônibus protestam em carreata nesta quarta-feira (29)

JESSICA MARQUES

O transporte complementar de Maceió (AL) foi paralisado nesta quarta-feira, 29 de setembro de 2021. A paralisação é uma forma de protesto contra o aumento no valor dos combustíveis.

Assim, os motoristas de vans e micro-ônibus do sistema fizeram uma carreata na região central. A manifestação foi organizada pelo Sintrancomp/AL (Sindicato dos Transportadores Complementares de Passageiros de Alagoas).

A categoria também reivindica reajuste salarial e fiscalização na cidade para coibir o transporte clandestino.

Nesta quarta-feira, 29 de setembro de 2021, o preço médio de venda de diesel nas distribuidoras subiu 8,89%. Somente entre janeiro e setembro, o preço do combustível acumula alta de 51%. O valor subiu de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,25 por litro.

O novo reajuste impacta ainda mais a situação precária do financiamento do transporte público no Brasil.

Relembre:

Novo aumento do diesel pressiona ainda mais custeio do transporte coletivo

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta