Campo Grande (MS) retira limite de passageiros em ônibus e retoma operação de terminais

Mudanças já começaram a entrar em vigor. Foto: Divulgação.

Medidas foram publicadas em decreto que visa retorno gradativo do transporte coletivo

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, retirou o limite de passageiros nos ônibus municipais e retomou a operação de terminais do transporte coletivo.

As medidas entraram em vigor com a publicação de um decreto nesta segunda-feira, 27 de setembro de 2021. O documento visa o retorno gradativo do transporte público na cidade.

Antes, a Prefeitura havia determinado que os ônibus deveriam operar com no máximo 70% da capacidade de passageiros, como medida de prevenção à covid-19. Alguns terminais também haviam sido fechados.

Agora, já voltaram a operar o Terminal Júlio de Castilhos e os Peg Fáceis do Shopping Campo Grande, Planeta, 13 de Maio e Afonso Pena (Praça). Até o dia 15 de outubro, todos os outros terminais já devem voltar a funcionar normalmente, segundo a administração municipal.

“A partir de hoje (27), alguns terminais voltam a funcionar seguindo todas as regras de biossegurança e serão fechados para que os passageiros paguem pela viagem no próprio terminal, antes de embarcarem. O uso de máscara de proteção individual dentro dos veículos e dos terminais continua obrigatório”, informou a Prefeitura, em nota.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine Bruno, explicou que os avanços da vacinação contra a covid-19, a diminuição dos casos e internações em hospitais permitiu a revisão do Decreto nº 14.820, de 29 de julho de 2021, que previa limite de 70% da capacidade na utilização do transporte coletivo.

“Campo Grande segue avançando bem na vacinação e, consequentemente, tivemos uma diminuição dos casos de Covid-19. Assim é possível voltar gradualmente a utilização do transporte coletivo, com cem por cento da sua capacidade dentro dos ônibus, seguindo todas as normas de biossegurança. Pensamos em uma estratégia para que isso fosse possível de uma forma mais segura ao cidadão e, a solução mais adequada que encontramos é desembarcar primeiro os passageiro pela parte traseira em um local determinado e embarcá-los pela porta traseira em outro local”, disse.

Confira o Decreto nº 14.911, de 24 de setembro de 2021:

Por sua vez, as restrições de uso do transporte coletivo por idosos e estudantes foram revogadas em 14 de setembro.

Relembre:

Campo Grande (MS) retira restrições ao uso do transporte coletivo por idosos e estudantes

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta