Diário no Sul

Fretamento ganha selo de qualidade no Rio Grande do Sul

Foto: divulgação Metroplan

Programa do governo gaúcho facilitar a fiscalização contra o transporte clandestino e garante mais segurança ao passageiro

ALEXANDRE PELEGI

O governo do Estado do Rio Grande do Sul lançou no início de setembro de 2021 o projeto Fretamento Legal.

Desenvolvido pela Metroplan, a finalidade é garantir ao usuário que a empresa transportadora atende aos requisitos legais para realizar viagens dentro das exigências dos organismos de regulação.

Trata-se de um selo de identificação em formato de QR Code que deverá ser afixado nos veículos que atuam, por exemplo, no transporte de trabalhadores, estudantes e excursões.

Através da consulta ao código localizado na frente do veículo o próprio passageiro conseguirá verificar a legalidade do coletivo em que está embarcando.

A fiscalização é facilitada, já que a consulta é realizada diretamente ao sistema do governo do Estado, sem a necessidade do proprietário carregar papéis no interior de seu veículo.

Hoje no Rio Grande do Sul esse selo deverá ser portado por 1.841 veículos, que pertencem a 260 empresas autorizadas a operar em regime de fretamento. Desta forma, permite ao passageiro identificar se não está entrando num veículo clandestino.

O superintendente da Metroplan, José Sperotto, chamou a atenção para este fato. “Escolhas seguras e legais ajudam a salvar vidas. Agora, com esse selo, é possível consultar de forma rápida se a empresa de ônibus tem registro e autorização para operar fretamento ou se há algum tipo de restrição no veículo“, detalha Sperotto.

O QR-Code será emitido pelo setor de fretamento da Metroplan, enviado por e-mail juntamente com as autorizações e listas assinadas e deverá ser impresso pelo transportador em adesivo, sendo obrigatório o uso nos veículos já cadastrados.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Joao Luis Garcia disse:

    Iniciativas como essa são válidas pois assim poderão separar as boas e as más empresas.
    Parabéns ao Órgão responsável e pelo Governo do estado Gaúcho.
    Que essa iniciativa possa ser copiada e aprimorada para todos os estados do País.
    Torçamos para que não comecem a falsificar os selos.

  2. carlos souza disse:

    No país do crime,tudo é possível.

Deixe uma resposta