Metrô de São Paulo, CPTM e EMTU têm mudanças na circulação durante o feriado

Linhas operadas pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade também serão alteradas neste período. Foto: Divulgação.

Operação será monitorada para ajustes no caso de necessidade, segundo a STM

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo, os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e os ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) terão mudanças na circulação durante o feriado do Dia da Independência, nesta terça-feira, 07 de setembro de 2021. As alterações terão início a partir deste fim de semana.

As linhas operadas pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade também serão alteradas neste período.

Segundo a STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos), as empresas vão monitorar suas operações e as equipes estão preparadas para fazer ajustes na circulação se for necessário.

Confira as alterações, por sistema:

CPTM

Na segunda-feira, as sete linhas da CPTM vão operar com oferta de trens semelhante a de um sábado. No feriado da terça-feira, a circulação será equivalente a um domingo.

EMTU

No Sete de setembro, as linhas de ônibus intermunicipais gerenciadas pela EMTU/SP nas regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Sorocaba e Vale do Paraíba e Litoral Norte seguirão a programação horária de domingo.
Já as linhas que atendem a Baixada Santista terão no feriado do dia 7 a operação equivalente à programação dos sábados.
Na segunda-feira, a operação será de dia útil normal em todas as regiões metropolitanas. Informações detalhadas sobre horários de partida e itinerários podem ser obtidas no site emtu.sp.gov.br ou no aplicativo da EMTU disponível para iOS e Android.

Metrô

As linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata vão ter operação normal de dia útil durante toda a segunda-feira. Na terça-feira, a operação será também de dia útil em todas as linhas, com reforço na Linha 2-Verde.

Linha 15-Prata

No domingo, haverá testes na Linha 15-Prata para integração da futura Estação Jardim Colonial. Por conta disso, a operação comercial desta linha terá início somente às 16 horas. Os passageiros serão atendidos pelos ônibus gratuitos do sistema Paese das 4h40 às 16 horas entre as estações Vila Prudente e São Mateus.

ViaQuatro e ViaMobilidade

Nas Linhas 4-Amarela e 5-Lilás, a oferta de trens desde o início da operação do feriado de Sete de Setembro será equivalente à de um domingo e a oferta de trens será ajustada ao longo do dia, de acordo com a demanda de passageiros. Na véspera do feriado, operação de dia útil.

MANIFESTAÇÕES

Na terça-feira, dia em que estão programadas manifestações na Avenida Paulista e no Vale do Anhangabaú, será montada operação especial separando fluxo de entrada e saída de passageiros nas estações próximas aos locais de concentração de público. Se for necessário, também haverá contingenciamento na entrada para evitar tumulto e garantir o fluxo seguro das pessoas.

BILHETES

Desde o final de 2020, o bilhete para ingresso na CPTM e no Metrô é um QR Code. O passageiro pode adquirir o bilhete digital QR Code pelo celular, sem a necessidade de impressão. A compra pode ser feita pelo aplicativo TOP ou pelo WhatsApp usando o canal oficial do TOP. Basta adicionar o número (11) 3888-2200 aos contatos do celular, solicitar atendimento e seguir as orientações.
Outra opção é comprar o bilhete digital impresso nas máquinas de autoatendimento (ATM) dentro das estações com cartão de crédito ou de débito. Importante tomar cuidado ao armazenar os bilhetes que não serão usados na hora para não danificar o papel. O bilhete tradicional, chamado Edmonson, pode ser adquirido com dinheiro nas bilheterias.

BICICLETAS

Aos sábados, domingos e feriados, os passageiros podem embarcar com suas bicicletas convencionais e também elétricas de tamanho semelhante ao das convencionais no Metrô, na CPTM e nas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade. Nos dias úteis, de segunda a sexta, o embarque é permitido entre 10h e 16h e das 21h até o encerramento da operação. O embarque da bike no trem é permitido apenas no último carro, no limite de quatro bicicletas por viagem.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta