Agepan intensifica fiscalização do transporte clandestino no Mato Grosso do Sul

Na última semana, dois ônibus foram apreendidos

WILLIAN MOREIRA

A Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) realizou no último fim da semana uma apreensão de dois ônibus que estavam na prática do transporte clandestino de passageiros. Essas ações fazem parte de uma intensificação na fiscalização.

O alvo principal são os terminais rodoviários, mas também estradas e visam garantir a segurança de quem viaja e pode receber a colaboração do passageiro que denuncia as irregularidades.

“O passageiro é um importante parceiro nas ações pela segurança e a qualidade do transporte intermunicipal. Recusar e denunciar o clandestino, tanto nas linhas, quanto no fretamento, ajuda a ter um serviço mais seguro, com qualidade e preço justo”, ressalta o diretor-presidente da Agepan, Carlos Alberto de Assis, em nota divulgada para a imprensa.

Ainda na sexta-feira, 30 de julho, agentes da Agepan junto com o Detran/MS e Polícia Militar apreenderam dois ônibus da Buser que faziam o trajeto entre Corumbá-Campo Grande e Ladário-Campo Grande.

Os dois veículos foram enquadrados como clandestinos devido a ausência do certificado de vistoria ou autorização de viagem eventual.

Para evitar que os passageiros acabem por ser vítimas de um risco ao viajar em ônibus ou outros veículos de transporte clandestino, está disponível no site da Agepan um campo de pesquisa onde o usuário pode consultar a disponibilidade de empresa, horário e os valores da tarifa das linhas de transporte intermunicipal.

O chamado fretamento é autorizado pela agencia, desde que um grupo de interessados formem o pedido e o contrato do serviço, sendo vedada a venda de bilhetes individuais.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta