Teresópolis (RJ) retoma cobrança do estacionamento rotativo

Foto: Isadora Jaron

Objetivo da prefeitura é que a arrecadação permita a manutenção de benefícios, dentre eles a gratuidade no transporte para idosos com idades entre 60 a 64 anos

WILLIAN MOREIRA

A cidade de Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, vai retomar o estacionamento rotativo de segunda aos sábados entre 8h30 e 18h30, com isenção de pagamento nos primeiros 15 minutos.

Os valores pagos para o estacionamento nos locais permitidos é de R$ 2,50 por hora na zona comercial, R$ 4 a cada hora na zona turística e de R$ 10 nos locais definidos como zonas especiais.

A proposta do Poder Executivo é que o pagamento pelo uso das vagas seja feito por aplicativo de celular, nos parquímetros ou por meio dos operadores do Novo Promaj.

Segundo projeção da prefeitura, o novo modelo de receita pode contribuir para a manutenção do benefício da gratuidade no transporte coletivo aos idosos com idades entre 60 a 64 anos e também para baratear a tarifa comum.

Em nota divulgada para a imprensa, o prefeito Vinicius Claussen afirma que o uso das zonas de estacionamento será mais democratizado com este sistema.

A proposta é melhorar o ordenamento e democratizar a utilização das vagas de estacionamento na zona urbana, com a isenção de pagamento pelos primeiros 15 minutos para maior rotatividade, facilitando o acesso ao comércio local”.

A divisão das vagas entre comerciais, turísticas e especiais foi uma forma de atender também aos expositores nas feiras e comerciantes, mas também de promover uma maior rotatividade do uso de acordo com a demanda em cada área especifica.

Veja abaixo as divisões no novo sistema rotativo:

* Comercial – nas áreas com maior concentração de estabelecimentos comerciais e de serviços;

* Turística – em locais especiais, como a Feirinha de Teresópolis, onde os expositores terão direito a uma vaga por estande e serão isentos da cobrança, a Colina dos Mirantes e no Soberbo;

* Zona Especial – em áreas próximas de espaços que receberem grandes eventos, como a Festa do Produtor Rural.

SOBRE O NOVO PROMAJ

O programa que vai criar 150 vagas para jovens com idades entre 14 e 24 anos, busca dar uma experiência profissional e um trabalho, além da oferta de cursos de qualificação técnica permanente.

Todos selecionados vão trabalhar durante dois anos nos setores administrativos da prefeitura, mas os que possuírem 18 anos ou mais, vão integrar os agentes de operação do estacionamento rotativo.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta