Portaria da Semob do DF determina modernização da tecnologia de controle e gestão do transporte coletivo

Operadoras deverão instalar equipamentos que facilitem controle operacional das linhas e a mobilidade dos passageiros, de acordo com portaria publicada nesta sexta-feira (16)

ALEXANDRE PELEGI

Uma Portaria da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) do Distrito Federal, publicada nesta sexta-feira, 16 de julho de 2021, traz uma série de determinações às empresas que prestam serviços de transporte coletivo no sentido de atualizar os equipamentos de tecnologia de todos os ônibus componentes das frotas. O objetivo é facilitar o controle operacional das linhas e a mobilidade dos passageiros.

As empresas terão de atualizar os equipamentos e recursos tecnológicos tanto do Sistema Inteligente de Transporte – SIT quanto do Sistema de Bilhetagem Automática – SBA. O prazo para o cumprimento da determinação é de sete meses, ou 210 dias, a contar desta sexta-feira (16).

A atualização para a modernização do parque tecnológico (hardware e software) em uso no Sistema de Transporte Público Coletivo do DF visa possibilitar a implantação de solução integrada e unificada de bilhetagem eletrônica, controle operacional e informação ao usuário, com coleta e distribuição de dados e informações em tempo real (on-line), bem como a redução do uso do dinheiro no interior dos veículos, através da diversificação das formas de pagamento e de aquisição de créditos tarifários.

Ou seja, os novos equipamentos deverão possibilitar a diversificação da oferta de formas de pagamento de passagem – além do cartão mobilidade, o usuário do sistema poderá usar o cartão bancário (débito/crédito) para pagar a tarifa.

A solução tecnológica a ser implantada pelas operadoras do transporte coletivo deverá garantir que, ao fim do prazo, todos os ônibus operem com GPS e dispositivo de transmissão e recepção de dados on-line (internet). Os validadores do sistema de bilhetagem deverão reconhecer códigos em QR Code para o pagamento antecipado da passagem (por aplicativo ou Pix).

Os validadores deverão portar câmera de reconhecimento facial e leitores de códigos de resposta rápida (QR code).

O secretário Valter Casimiro, titular da Semob-DF, garante que a a modernização do sistema trará vários benefícios para a operação e para o usuário do transporte coletivo.

Os novos equipamentos vão possibilitar a transmissão de dados em tempo real, facilitando o controle operacional das linhas e horários dos ônibus. Também irão criar facilidades para o usuário pagar pela passagem com diversos meios ou mesmo para adquirir créditos para viagens futuras, além de aumentar a segurança com a redução da circulação de dinheiro nos ônibus”, explicou o secretário.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta