Petrópolis vai baixar tarifa de ônibus em R$ 0,20 a partir de 1º de agosto com subsídio de R$ 700 mil e frota total

Medida faz parte de TAC entre Ministério Público, prefeitura e empresas de ônibus; Disputa judicial foi cancelada

ADAMO BAZANI

O prefeito interino de Petrópolis, Hingo Hammes, anunciou nesta sexta-feira, 16 de julho de 2021, que a tarifa de ônibus municipais vai ter uma redução de R$ 0,20, passando de R$ 4,40 para R$ 4,20, a partir de 1º de agosto de 2021.

O anúncio foi feito por meio de redes sociais e faz parte de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre o MP (Ministério Público), a prefeitura e as empresas de ônibus que operam na cidade: Petro Ita, Cidade Real (Expresso Brasileiro), Turb e Cidade das Hortênsias.

Pelo subsídio, as empresas terão de apresentar uma contrapartida que é colocar 100% da frota em circulação, mesmo com a demanda de passageiros ainda mais baixa por causa da pandemia.

Para chegar à redução de R$ 0,20, foi considerado um simulador de tarifa do Setranspetro (Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis).

Nas redes sociais, Hammes disse que o valor menor foi possível com o fim da judicialização entre empresas e prefeitura em torno do equilíbrio econômico do sistema.

“O problema é que toda a questão estava judicializada, o que dificultava a gestão do município sobre o serviço. Agora, com a garantia de redução da tarifa e compromisso das empresas – formalizado judicialmente – de retorno da frota nos horários de maior movimento, damos um passo firme e importante na direção de soluções para tenhamos um transporte mais eficiente e de melhor qualidade. Temos conhecimento das alegações das empresas, mas também, e principalmente, da necessidade do trabalhador que depende do transporte público.”

A prefeitura chegou a ser condenada em primeira instância a pagar a complementação de R$ 700 mil para manter o equilíbrio econômico previsto em contrato, mas recorreu.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta