Estação Cardoso de Moraes do BRT Rio é reaberta

Obras incluíram o fechamento do acesso ao forro e à cobertura. Foto: Divulgação.

Local estava fechado desde maio de 2020, devido a vandalismo e furto de equipamento

JESSICA MARQUES

A Estação Cardoso de Moraes do BRT Rio foi reaberta nesta sexta-feira, 16 de julho de 2021. A estrutura está localizada no corredor Transcarioca, no Rio de Janeiro.

Em nota, Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Transportes e do BRT Rio, informou que a estação estava desativada desde maio de 2020, devido a vandalismo e furto de equipamentos. Esta é a segunda a ser totalmente reformada desde o início da intervenção no sistema.

As principais alterações incluem a substituição dos painéis e portas de vidro por chapas metálicas vazadas, o que evita o alto índice de quebra de vidros e permite a ventilação natural; fiação embutida e mecanismos das portas blindados; alarmes luminosos e sonoros das portas, indicando a abertura e o fechamento delas, para a segurança dos usuários; e trava automática das portas (só destrava quando o BRT para na estação).

As obras também incluíram o fechamento do acesso ao forro e à cobertura. A entrada é possível apenas pelas catracas próximas à bilheteria, que foi reformada. Entre os serviços executados estão ainda pinturas interna e externa, novas instalações elétricas e programação visual, reforço na iluminação e colocação de guarda-corpos.

Segundo a Prefeitura, a equipe que trabalhou no projeto levou em conta problemas graves no sistema, como depredação e evasão (calote). Os pontos considerados frágeis no modelo anterior foram mudados.

“Todas as mudanças implementadas na estação visam à redução dos custos com vandalismo e furto, cuja média mensal em todo o sistema é de R$ 100 mil. O processo de reforma e reabertura gradativa das outras 44 estações fechadas segue em ritmo intenso. Até o final de setembro, todas serão entregues à população.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta