Transportes Vila Isabel é a nona empresa a entrar em recuperação judicial no Rio de Janeiro

A exemplo de outras companhias da cidade, viação está com dificuldades financeiras agravadas pela pandemia de covid-19

ADAMO BAZANI

O Rio Ônibus, sindicato que representa as empresas de ônibus da cidade do Rio de Janeiro, informou na manhã desta segunda-feira, 12 de julho de 2021, que a Transportes Vila Isabel, que opera linhas do consórcio Intersul, é a nona empresa carioca a aderir ao programa de Recuperação Judicial.

“Sem este recurso, a empresa não teria fôlego financeiro para se manter em atividade e seria obrigada a fechar as portas, assim como outras 16 nos últimos cinco anos. O setor enfrenta crise desde 2015, agravada pela pandemia, quando perdeu 50% do volume de passageiros pagantes. Desde então, o Rio Ônibus vem comunicando a Secretaria Municipal de Transportes sobre a urgente necessidade de suporte financeiro, para que a população não sofra com a diminuição de linhas e de veículos nas ruas. O déficit de arrecadação, só na cidade do Rio, já chega a R$1,5 bilhão” – diz a entidade em nota.

Ainda de acordo com o sindicato empresarial, a Transportes Vila Isabel é uma empresa tradicional, que transporta parte da população do Rio desde 1962. Hoje opera as linhas 432, 433, 548 e 439.

A situação das empresas de ônibus no momento é:

FECHADAS SEM CONSEGUIR TENTAR RECUPERAÇÃO JUDICIAL:

 

RIO DE JANEIRO (CAPITAL):

Acari;

Estrela;

 

EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL;

 

RIO DE JANEIRO (CAPITAL)

Penha-Rio;

Campo Grande;

Real;

Expresso Pégaso;

VG;

Palmares;

Pavunense;

Paranapuan;

Transportes Vila Isabel;

NOVA IGUAÇU:

Tinguá

BARRA MANSA:

Cidade do Aço

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. brunorodrigues90 disse:

    Legado Paes/Cabral/Pezão.

    Engraçado que nenhuma empresa do Jacob Barata entre em regime de recuperação judicial…

  2. carlos souza disse:

    Se houvesse lei de responsabilidade ética e moral, o RJ já teria sido extinto e no seu lugar nada que não seja um imensíssimo buracão.

  3. Waldemar Maria de Araujo Filho disse:

    Opera desde 1962 como Transportes Vila Isabel, mas eu conheci antes, quando se chamava Bandeirantes

  4. Jorge Cabral disse:

    Mais uma vez a população fica refém de um sistema de transporte urbano que durante anos ditou as regras com um governo vendido, mingou a mamata, dane-se a população os governantes usam carros oficiais pago por nós e os empresários nas suas mansões. Temos que eleger políticos honestos e não vendido enquanto isso que sofra a população. Merecemos o governo que temos, nós vendemos por muito pouco. Conclusão que a população continue sofrendo. Merecem.

  5. Vagner Silva de Lemos disse:

    Realmente não existe justiça nesse país recuperação judicial e o trabalhador não tem ninguém pra fazer justiça por ele por que na hora que o empresário manda embora eles manda procurar nossos direitos e aí que vem a injustiça trabalhista (5) cinco anos de processos se arrastando nos tribunais advogados comprados e até juízes só Deus por nós e mais os valores da indenização parcelados em (10) dez vezes e o Bolsonaro é o culpado coitado mas minha alegria é que Deus não dorme uma hora ele dá um basta nessa covardia com o povo amém 🙏🙏🙏 e Deus seja louvado

Deixe uma resposta