Transporte coletivo de Salvador tem a operação normalizada após assembleia

Entre 4h e 8h os funcionários da antiga CSN se reuniram para pedir o pagamento de direitos trabalhistas

WILLIAN MOREIRA

A circulação dos ônibus em Salvador da antiga Concessionária Salvador Norte (CSN) foi normalizada após as 8h desta sexta-feira, 9 de julho de 2021, quando a assembleia dos trabalhadores foi encerrada.

Realizada na garagem da empresa, os trabalhadores reivindicaram o pagamento das dívidas trabalhistas depois da demissão de 1.118 funcionários com a ruptura do contrato entre a concessionária e a Prefeitura de Salvador.

Outro ponto cobrado pela categoria é o fato dos trabalhadores que foram contratados por meio de Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) também não terem recebido suas indenizações.

A frota da CSN atende a 25% da cidade, e ficou sem operar nesta manhã entre 4h e 8h.

Como mostrou o Diário do Transporte, alegando problemas financeiros agravados pela pandemia de covid-19, a CSN declarou não ter condições de continuar operando.

Relembre:

Prefeitura de Salvador confirma intervenção na empresa de transportes CSN

Antes da intervenção, a CSN tinha 850 ônibus, sendo a maior alimentadora da linha 2 do metrô de Salvador.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta